top of page

26 de fev. de 2024

  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Luciana Medeiros

Projeto Arte de Casa em Casa inicia com foco na acessibilidade


 A realização é do espaço Na Casa do Artista, de Icoaraci.


#Acessibilidade

Imagem divulgação.

O projeto Arte de Casa em Casa vai realizar, a partir de março, um circuito de exposições em espaços expositivos situados em 6 municípios paraenses, todos dentro de residências. Além de Icoaraci, em Belém, passará por Quatipuru, Marabá, Mosqueiro, Apeú, em Castanhal, e Salvaterra, no Marajó. A realização é do espaço Na Casa do Artista, de Icoaraci, com coordenação do artista visual e produtor cultural Werne Souza.


Antes de sair em circulação, porém, a programação abriu com a oficina online “Acessibilidade Atitudinal”, ministrada neste domingo, 25, pela plataforma Zoom. A ministrante é Neire Lopes, pesquisadora em acessibilidade e inclusão, audiodescritora, com especialidade em escolas. Licenciada em Teatro, também é técnica em Arte Dramática.


Anúncio



A oficina trouxe reflexões e proposição de ações e estratégias para quebrar barreiras e envolver pessoas com deficiência em atividades e eventos acessíveis. O conceito vai além das adaptações físicas em espaços e eventos. Refere-se à atitude das pessoas em relação à inclusão e ao respeito às diferenças.


Essa forma de acessibilidade busca eliminar preconceitos, estereótipos e atitudes discriminatórias que possam excluir ou marginalizar pessoas com deficiência ou com necessidades específicas. Em eventos culturais, a acessibilidade atitudinal desempenha um papel fundamental, pois permite que todos os participantes, independentemente de suas habilidades ou condições, se sintam bem-vindos, valorizados e incluídos.

Anúncio

#COLUNAS

WhatsApp Image 2024-02-14 at 21.21.23.jpeg

Franciorlis ViannZa - Escritor 

Paulo Ferreira - Escritor e Jornalista

bottom of page