top of page

21 de mar. de 2023

  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

por Nélio Palheta

Quando o jornalista vira Cronista - Micro crônica sobre o novo livro de Paulo Roberto Ferreira



#Crônica

Imagem: divulgação.


Quando o jornalista se cansa de ser repórter, envereda, geralmente, pela literatura pura. Vira cronista, ainda que precise fazer apuração para não sepultar o repórter. A ficção é um caminho, tantas são as memórias, os resíduos de reportagens descartados pela edição; os personagens reais ganham outras virtudes na ficção. O senso de observação natural do repórter, que em tudo vê uma notícia, contribui, mais cedo ou mais tarde para que o experiente jornalista escorregue em coletâneas de crônicas e contos, romances e novelas.






É nesse perfil que vejo o amigo Paulo Roberto Ferreira, que no novo livro - “Roubaram meu Libertango” - fez uma síntese daquilo que viu, viveu e apurou como repórter enfiado, quase sempre, no interior desta enorme Amazônia farta de pautas. O livro vai ser lançado no dia 30, na sede da editora Paka-Tatu.


Nélio Palheta ( @neliopalheta): Jornalista desde 1972. Atuou em jornal e televisão e assessoria. Trabalhou em agência de propaganda, na área de Asessoria de Imprensa; atuou na Ass. de Comunicação da Telepará (Grupo Telebrás) e Albrás-Alunorte (Vale do Rio Doce). Dirigiu os departamentos de telejornalismo da TV Liberal (Globo) e TV Cultura do Pará. Executa projetos de consultoria em Comunicação e faz Assessoria de Imprensa.

Anúncio

#COLUNAS

WhatsApp Image 2024-02-14 at 21.21.23.jpeg

Franciorlis ViannZa - Escritor 

Paulo Ferreira - Escritor e Jornalista

bottom of page