top of page

23 de out. de 2023

Gil Sóter

Projeto “Stereocidade” divulga artistas selecionados para coletânea


A oportunidade da produção e registro sonoro que será veiculado em todas as plataformas digitais busca dar visibilidade a artistas que estão “fora do eixo”.



#Projeto

Imagem: divulgação.

O projeto “Stereocidade” acaba de divulgar os artistas selecionados para integrar o disco coletivo que irá reunir a potência criativa da nova música nascida nas quebradas da Amazônia. Sob curadoria de Ruy Montalvão - artista e produtor, o álbum, que começa a ser gravado nesta segunda-feira (23/10), traz sete talentos autorais da periferia da Grande Belém, em sons plurais, desde carimbó, samba, rock, blues, hip hop a toadas de boi-bumbá.


“O projeto é um pequeno vislumbre do que existe nessa Amazônia urbana periférica, em especial, na Grande Belém. Ele precisa ser ampliado. Muita gente boa ficou de fora, e isso dá certa angústia, mas também serve de combustível porque demonstra o que já sabemos: há um potencial enorme a ser apoiado”, diz Ruy Montalvão.


Anúncio



A oportunidade da produção e registro sonoro que será veiculado em todas as plataformas digitais busca dar visibilidade a artistas que estão “fora do eixo”. O elenco traz Beni Oliver (Terra Firme), Jarede Almeida (Marituba), Margoal (Guamá), Nixon Jr (Benguí), Rafaela Travassos (Icuí-Guajará), Ruth Clark (Cabanagem) e Vinícius Leite (Condor).



Para mais informações sobre o projeto acesse o perfil @montalvamc

Anúncio

bottom of page