Fernando Assunção

MC Super Shock revisita traumas em ‘Destempo’


#Música

Imagem: Gabriela Duarte / Divulgação.



Enfrentar traumas sofridos ao longo da vivência de um homem preto, periférico, do eixo norte-nordeste. Em “Destempo”, o rapper MC Super Shock revisita sua própria história de vida e externaliza o grito de incômodo e cansaço que há em seu peito, em busca do caminho da superação. O single e a videoperformance chegaram às plataformas de reprodução de música no final de outubro (28). “Destempo” tem produção executiva da Psica Gang (@psicagang) e distribuição da Psica, através da Gramo Design Estratégico e da Warner Music Brasil (@warnermusicbr).



A canção é inspirada na história de vida do próprio artista, que iniciou a carreira no rap no Amapá e hoje reside em Belém (PA). “O processo de composição teve origem na minha própria vivência. Perceber como os traumas afetam a minha vida e, de certa forma, é a mesma realidade das pessoas que estão à minha volta, que se parecem comigo. Toda a história é como se fosse um monólogo coletivo, onde eu e meus ‘fantasmas’ entramos em conversação. O rap que eu faço tem mais essa cara de abordar temáticas mais profundas, sentimentais e abstratas de forma mais subjetiva”, destaca.



“Em parceria com o rapper e beatmaker Suntizil, que assumiu o beat do single, a sonoridade contribui para a construção da atmosfera mais densa e percussiva nessa sonoridade. “Eu busquei para o som algo que me levasse para um lugar mais incômodo mesmo, ter ciência do peso que carrego por ser preto, ao mesmo tempo estar cansado desse peso, e como isso reflete na minha vida entre passado, presente e futuro”, completa Shock.






“Destempo” ainda cumpre a missão de encerrar o EP “Ciclos que se encerram”, composto por quatro faixas lançadas de forma desmembrada, mas que estão interligadas. “Autoafirmação”, “Só mais 5 minutos” e “3 no ventilador” completam o EP. "Nessa última música, trago todas as histórias dos lançamentos anteriores. ‘Destempo’ representa o fim de uma conversação, que vai fazer total sentido quando as músicas forem ouvidas de trás para a frente, começando desta última para a primeira.Esse processo foi muito importante e agora me sinto pronto para um novo passo no que quero experimentar sonoricamente”, explica.



MC Super Shock iniciou a carreira aos 15 anos de idade e já possui outros trabalhos, como “Dadinho”, “Quando o Coração Parte Mais Alto”, “Brio” e “Estorvo”, além de parcerias com artistas como Nic Dias e Yanna MC. No ano passado, o artista subiu no palco do 9º Festival Psica com o squad “Rap Amazônia no Ataque”. No último dia 3 de setembro, o artista se aresentou no 5º Festival da Amazônia realizado pelo Telas em Movimento.



Serviço: Videoclipe “Destempo” de MC Super Shock
Disponível nas plataformas de música do artista. Instagram @shockmc_ e YouTube


Texto: Fernando Assunção (Assessoria de Imprensa)

  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon