top of page

14 de fev. de 2023

  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

Natashia Santana

FestTeatro do Tapajós: Crianças de comunidade do planalto assistem espetáculo pela primeira vez



#Festival

Imagem: Junior Aguiar / Divulgação.


O teatro tem um poder transformador de interpretar histórias encantadoras e colocar mais poesia na vida. Apesar disso, ainda são poucas as pessoas que presenciam esse tipo de arte. Diante dessa realidade, o Festival de Teatro do Tapajós tem dado a oportunidade para população santarena terem essa experiência ao democratizar o acesso às apresentações. Na noite deste domingo (12), crianças de duas comunidades do planalto assistiram a um espetáculo teatral pela primeira vez.



Elas chegaram cedo à Casa de Cultura, local onde acontece a programação do Festival, cerca de uma hora antes do início da apresentação. Um ônibus foi disponibilizado para essa aventura que levou 40 crianças das escolas Emilio Rabelo Gonçalves e José Joaquim Gonçalves, situadas na Comunidade Castela e Miritituba, respectivamente, a estarem no evento artístico.



A primeira experiência ao assistir a uma peça foi com o espetáculo ‘Circo e Carimbó’, da CIA de ‘Circo Nós Tantos’, de Belém. “Eu estou ansiosa. Não sei o que vai acontecer aqui”, disse Fabiele Cristina, de 12 anos.






Ao entrarem no auditório, e ficarem de frente para o palco, os olhos de cada um brilhava, quem observava percebia que o coração deles estava transbordando de emoção. Meninos e meninas que nunca saíram da localidade onde moram, e que agora já podem contar que presenciaram ao vivo os atores dando vida e brilho a uma história.



A Isabele Oliveira, de 9 anos, da comunidade Castela, fez questão de dizer o que mais gostou depois que assistiu tudo. “Eu achei mais bacana ver um soldado que dança carimbó. Ele fez apitar e dançaram muito. Eu nunca vivi nada disso”, afirmou ela.



Mesmo como uma diversidade de pessoas presentes, não tinha como esses estudantes mirins, um tanto tímidos, com faixa etária de 6 a 13 anos de idade, deixarem de ser protagonistas na plateia. “Para nós é motivo de grande alegria poder recebê-lo no Festival. Só de tê-los aqui o sentimento que fica é que o festival cumpre o seu papel social e cultural na comunidade”, disse Elder Aguiar, coordenador do evento.



Imagem: Junior Aguiar / Divulgação.


A primeira vez no teatro também foi para Leuza da Silva, mãe do Ruam Luiz de 4 anos, moradora da comunidade do Castela, que veio acompanhando o grupo de estudantes. Ela é pedagoga e conta que nunca assistiu uma encenação teatral de perto. “Eu nunca tive a chance de assistir um espetáculo, isso é novidade pra mim que tenho 35 anos, mas não será para o meu filho”, disse ela.


Conheça os principais incentivadores dessa 1ª ida ao teatro

A iniciativa de trazer às crianças partiu da 1ª Companhia de Polícia Ambiental (1ª CIPamb), com esforço do Major e Comandante da 1ª CIPAmb, Fernando Lima. “Foi uma felicidade trazer as crianças do projeto para vir à Casa da Cultura, que é nossa, que é de Santarém. Importante terem esse contato, muito importante proporcionar esse momento para eles”, disse.



O convite foi feito a Simiclei Macambira, diretora das duas escolas, que aceitou de imediato. “Em pensar que nesse grupo, a maioria nunca saiu da comunidade. E proporcionar isso pra eles é muito gratificante. Isso fortalece esse processo de ensino aprendizagem” disse Simiclei.



Serviço: Idealizada pelo Grupo Olho D’água (@grupoolhodagua_), o evento tem o patrocínio da Equatorial Energia Pará, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

Anúncio

#COLUNAS

WhatsApp Image 2024-02-14 at 21.21.23.jpeg

Franciorlis ViannZa - Escritor 

Paulo Ferreira - Escritor e Jornalista

bottom of page