Assessoria de Comunicação

Coletivo Pretinta lança cartilha “Aonde eu me encontro” com foco em representatividade


#Representatividade

Imagem: divulgação.


O Pretinta é um projeto Coordenado por jovens negros que além de artistas visuais e de terreiro, possuem formação multidisciplinar, formado por Gabriela Monteiro (comunicadora), Bruno Pedroso (Professor licenciado em Artes Visuais) e Fernanda Monteiro (Psicóloga). O objetivo é dar aulas de iniciação artística para crianças, na luta por transformar infâncias através da arte-educação com pensamento anti racista e foco na autoestima, valorizando traços físicos e culturais de pessoas pretas afro-amazônidas. Atuam desde 2018 em espaços culturais diversos, escola, biblioteca comunitária, ocupações urbanas, praças, Institutos de ensino de matriz africana etc.



Numa caminhada de saberes, cores, criatividade, oralidade e circularidade, o Projeto Pretinta vem se juntando a espaços culturais através das artes visuais contribuindo para o fortalecimento de uma educação infantil saudável e antirracista. Há quatro anos vem mostrando seus trabalhos autorais, dando representatividade para crianças negras, trabalhando valores de autoestima, identidade, simbologia, autonomia, autoconfiança e ancestralidade.






No Brasil, 56% da população é negra, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Porém, encontrar referências de crianças e adultos negros na televisão, na publicidade e em materiais didáticos nem sempre é tarefa fácil. Com este pensamento o Projeto Pretinta lançou em 2021 a cartilha "Como eu me vejo", focando na auto-representação de pessoas negras. Este ano, com o apoio do Prêmio Preamar de Arte e Cultura (Governo do Pará - Secult) a nova edição da cartilha chamada "Onde eu me encontro" vem com o objetivo de proporcionar aos alunos um olhar de curiosidade sobre o território em que estão inseridos e sua comunidade, com o sentido de reconhecer e valorizar esses elementos através da pintura e do desenho. A cartilha será lançada primeiramente na comunidade Quilombola do Bairro Alto e num segundo momento na Vila Ceará, ambas no Município de Salvaterra.


A articulação no município está sendo feita em parceria com a Professora Alaise Pampolha, Coordenadora de Educação Escolar do Município de Salvaterra/Marajó e também da Professora Elinalda Figueiredo, Professora dos anos Iniciais na “Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Ceará”.



Imagem: divulgação.



Serão distribuídos ao todo 31 kits de arte com cartilha didática e material artístico, com atividade praticada em parceria com a comunidade para crianças de 7 a 11 anos. Para o acesso do público em geral, o lançamento virtual da cartilha ocorrerá no dia 12 de outubro, em alusão ao dia das crianças.



Mais informações pelo Instagram @projetopretinha. E pelo número (91) 98170-5420 (Gabriela Monteiro)


Calendário de atividades em Salvaterra no Marajó em comunidades quilombolas.


01/10/2022 (sábado, manhã/tarde). Alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Quilombola do Bairro Alto.


12/10/2022 (manhã)


Lançamento virtual da cartilha e disponibilização ao público em geral


15 e 16/10/2022 (sábado tarde e domingo manhã)


Alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Ceará



Texto: Assessoria de Comunicação


  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon