Priscila Duque

Carimbó Cobra Venenosa lançará vinil “Nova Era”


#Música
Imagem: Hugo Chaves / Divulgação.


Vinte e oito anos após o lançamento do último vinil gravado em som de carimbó pau & corda, por Mestre Verequete, o consagrado LP “A Volta do Carimbó”, que eternizou a música “O Carimbó Não Morreu”, a Cobra Venenosa Priscila Duque lançará o vinil “Nova Era” (7” polegadas), com duas faixas autorais, na próxima sexta-feira, 26 de agosto, data de nascimento do Rei dos Tambores, no Espaço Cultural Coisas de Negro (@coisasdenegro), com um encontro de gerações que promete ficar marcado na história do carimbó urbano contemporâneo, pois contará com mestres e mestras consagrados do distrito de Icoaraci, Nego Ray (@negoraymunde), Lourival Igarapé (@mestre.lourivaligarape), Mestre Jaci, Thomaz Cruz (@thomazbarbosadacruz), Ney Lima e Mestra Nazaré Do Ó entre as participações especiais confirmadas.



O LP “Nova Era” foi gravado e masterizado em 2019, prensado em pequena tiragem na Vinil Brasil, sob encomenda de Michel Placido, produtor cultural e advogado, residente em São Paulo (SP), que está lançando o selo independente LP-SP, e conheceu o trabalho do grupo pelas redes sociais. O trabalho conta com as faixas “Feminista e ponto” (Priscila Duque/Carol Pabiq Ananindeusa Afro-Ameríndia/Domínio Público) e “Eu venho de longe” (Renato Caranã), e com uma equipe técnica inteira que fez parte do trabalho de forma totalmente voluntária, sem receber qualquer valor de cachê tanto para os músicos quanto para toda equipe técnica. Inicialmente, o vinil seria lançado em 2020, porém, o lançamento atrasou devido a pandemia ter prejudicado a importação de insumos necessários à prensagem, também pelas dificuldades causadas a todo segmento artístico devido à Covid-19.






“Carimbó nunca foi “apenas” música. Carimbó é resistência, amor, poesia, vida, coletividade, reinvenção, força, ancestralidade, respeito à natureza. É ar fluido que oxigena a liberdade. É maré que balança as águas. Carimbó é encontro. Carimbó é nosso anúncio de uma nova era. Aquela que não vamos esperar chegar, mas sim, a que estamos fazendo acontecer, com carimbó pau & corda, difundindo o carimbó às novas gerações, fortalecendo a troca entre as gerações do carimbó com a vivência com mestres e mestras, potencializando o trabalho de jovens (mulheres e homens cis e trans, mães e estudantes), em sua maioria negrxs e periféricxs que reinventam a realidade à sua volta com Cultura Popular e Resistência artística, consolidando uma cena nova de carimbó urbano. Morda a maçã e entre numa nova era”, afirma Priscila Duque.



O Carimbó Cobra Venenosa, possui 6 anos de atuação, um CD com 13 faixas gravado em 2018 e lançado em 2019. Já realizou turnês independentes e shows fora do estado (Amazonas, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Bahia), também alcançou repercussão nacional e internacional com trabalhos envolvendo carimbó e audiovisual, exibidos em três continentes e em várias regiões do país, ganhando inclusive menção honrosa no 29° Festival Mix Brasil (2021), o maior da diversidade na América Latina.


SERVIÇO: Show Carimbó Cobra Venenosa e convidados
Local: Espaço Cultural Coisas de Negro (Icoaraci) Dia: Sexta (26), a partir das 20h.091 informações sobre ingressos: (92) 98357-1216 e pelo Instagram @carimbocobravenenosa.


Texto: Priscila Duque (Assessoria de Comunicação)
  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon