Priscila Duque

Batuque da Estrela acontece neste sábado na Ilha de Cotijuba


#Festival

Imagem: divulgação.


Neste sábado (15/10) a partir de 12h, o Batuque da Estrela reunirá na comunidade da Pedra Branca, Ilha de Cotijuba (Belém - PA), mestres tradicionais do carimbó e jovens tocadores do ritmo, residentes em Icoaraci, Outeiro e Cotijuba. O Batuque da Estrela será uma prévia da Pyracema - Festival de Cultura Popular da Ilha de Cotijuba, que neste ano terá sua segunda edição, nos dias 4, 5 e 6 de novembro, na mesma comunidade.


"A experiência coletiva, sem dúvida, é nosso maior desafio, principalmente se tratando de uma ilha, onde a logística e o trabalho de produção para fazer tudo acontecer são muito específicos. Estimular cultura, especialmente em territórios insulares, só é possível em grupo, com o sentimento de comunidade. E isto parte naturalmente de cada pessoa que sente necessidade de manter a cultura em movimento. Independente de incentivos públicos, estamos fazendo aqui o nosso movimento acontecer. Nossa Pyracema é mais que um festival ou um evento, é uma experiência coletiva de viver a cultura popular", declara Mãe Márcia de Xangô, sacerdotisa do Templo de Umbanda Caboclo Rompe Mato, localizado na comunidade da Pedra Branca, uma das responsáveis pela produção do Batuque da Estrela e do Festival Pyracema.






O Batuque é um encontro de grupos de carimbó e outros ritmos regionais, e acontecerá no Mirante da Pedra Branca, um dos cartões postais da Ilha, situado acima de um enorme barranco de ‘barro branco’, com vista privilegiada ao pôr do sol, à beira da praia. Entre as atrações estão o “Coletivo Carimbó de Roda & participação especial das Ykamiabas (@ykamiabas)" com Mestra Nita, da Ilha de Cotijuba, e tocadores parceiros que acompanham sua trajetória e perpetuam em tantas rodas os ensinamentos da compositora e moradora da comunidade; “Banda Senta Peia (@bandasentapeia)", com experiência em composições autorais que passeiam entre os ritmos brasileiros e o cotidiano amazônico; “Carimbó Volta Ao Mundo (@carimbovoltaaomundo)" que é fruto do Projeto "O Protagonismo Jovem e Feminino no Carimbó", tendo à frente tocadoras, cantadeiras, dançadeiras que nos convidam a celebrar a força da mulher no tambor e a tradição da energia feminina nas grandes rodas da vida; “Batucada Misteriosa (@batucadamisteriosa)”, crias do Espaço Cultural Coisas de Negro, sempre em roda livre e frenética, como uma grande família que ecoam suas heranças culturais vindos da periferia de Icoaraci, também atuando no território de Cotijuba, no Chalé do Moreno, situado à praia do Vai Quem Quer.


"O Batuque da Estrela é nossa chamada de resistência para iniciar nosso movimento da Pyracema. Neste final de semana que se aproxima, a ideia é trazer ao palco aqui na Pedra Branca a maioria dos grupos que tocou na primeira edição do festival no ano passado e mostrar que a cultura popular resiste a qualquer tentativa de apagamento, porque estamos sempre em movimento, independente de incentivos do Estado. Será uma alegria o Batuque da Estrela, com a reunião de artistas e público para a união coletiva necessária, já que somos uma classe trabalhadora importante para a manutenção da vida e da dignidade humana. Sem arte não há vida", afirma Mestre Dimmi, percussionista e educador musical, que há 40 anos trabalha com lutherania percussiva, construindo instrumentos, também morador da comunidade e articulador da Pyracema.



SERVIÇO: BATUQUE DA ESTRELA (Pré-Festival Pyracema)
Local: Mirante da Pedra Branca (Comunidade da Pedra Branca - Ilha de Cotijuba) Dia: Sábado (15/10)
HORA: A partir de 12h.

Texto: Priscila Duque (Assessoria de Imprensa)
  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon