Luciana Medeiros

Auda Piani lança "Entre Panelas, Memórias e Sentidos"


#Literatura

Imagem: divulgação.


“Entre Panelas, Memórias e Sentidos” resulta de muitos anos de pesquisa, andanças, muito corpo a corpo e panelas no fogo, acompanhando rituais de pesca, coletas de alimentos e lidando com as formas ancestrais de se relacionar com a comida.


O livro sai pela editora Paka Tatu (@editorapakatatu), com apoio de emenda parlamentar. Dividido em três partes: “A Ancestralidade que Transborda”, “Nossa matriz indígena e o tucupi pixuna, ou Kumaasi” e “Comidas de maré e histórias de pescador”, além das receitas deliciosas, o livro traz rica narrativa sobre a sabedoria da floresta e dos que dela se alimentam.



“Todas as receitas, as formas de coleta, conservação e temperos têm uma história. Vamos juntos rechear estas páginas, digo juntos porque, tanto a minha habilidade na cozinha, quanto a transcrição de saberes e os métodos para chegar a esse rico manancial são fruto de encontros, de trocas, de aprendizado, parceria, existências e resistências.”, escreve Auda em sua introdução. A obra traz capa e ilustrações de Werne de Souza, além de inúmeras fotografias que se relacionam com os textos e receitas que Auda compartilha com os leitores.







A apresentação é feita por 12 mulheres convidadas. “Nesse profundo amparo feminino quero fazer um agradecimento especial a todas as mulheres que aceitaram meu convite para realizar a apresentação do livro: Bárbara Lou da C.V.Dias, Eliana Bogéa, Gisele Tavares, Larissa Latif, Lidia Raposo, Luciana Medeiros, Margareth Gondim, Maria José Alcântara, Maridete Daibes, Nailce Ferreira, Neusa Pires Cardoso (Mila), Tatiana Sá.”, cita Auda Piani.



SOBRE A AUTORA

Auda Piani (@auda.pianii) veio morar em Belém, na década de 1960, mas sempre voltava nas férias ao Marajó para passava o mês inteiro com os parentes no interior. Ela vem de uma família de onze irmãos, sendo 9 mulheres. Todas cozinham. Muitas das receitas que estão no livro foram aprendidas naquela época, como a receita da maniçoba de sua avó, que ganha interpretação própria, a receita do “Frito do vaqueiro”, da Tia Ray, ou a “Poqueca de peixe” (da prima Gersolina), a “Receita de caramujo com coco”, da Comunidade Quilombola Pau Furado e “Peixe salgado no forno com batata”, entre tantas outras .



Pesquisando saberes tradicionais desde 1996 e saberes culinários desde 2013, Auda Piani gerencia em Icoaraci, junto com o companheiro, o artista visual Werner de Souza, o Espaço Na Casa do Artista. É ativista cultural e coordenou o Movimento de Vanguarda da Cultura Icoaraci MOVA-CI, recebeu prêmio Culturas Populares; e menção honrosa pelos projetos: Café com Pupunha (trabalho com oralidade), projeto Valorização da Arte Cerâmica e Geração de Renda, este foi escolhido entre as 10 melhores iniciativas de Arte e educação pelo Rumos Itaú Cultural em 2008. Entre outras atividades organizou em 2019 o Intercâmbio de Artes Visuais em parceria coma a entidade Alemã Ponte Cultura, que envolveu artistas europeus e brasileiros.



Serviço
Lançamento do livro “Entre Panelas, Memórias e Sentidos”, de Auda Piani Tavares.

Texto: Luciana Medeiros (@holofote_virtual)



  • Preto Ícone Twitter
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon