Single "O Jogo Virou” de Cacau Sinimbu segue nas plataformas digitais

#Música

Imagem: Camila Castro / Divulgação.


Artista da cena musical paraense, Cacau Sinimbu lançou primeiro single autoral, “O Jogo Virou”, em todas as plataformas digitais, no começo do mês (04/11) como proposta de apresentar ao público, de forma gradativa, seu primeiro álbum da carreira, “Fases”, cantando e representando a voz feminina no ritmo muito apreciado pelo público: o pagode.




Sobre a composição do seu primeiro single, a artista ressalta o processo de inspiração para a composição da canção: “Essa música foi composta por mim e Judy, e saiu de uma conversa onde o assunto era que em muitos relacionamentos, acontece uma situação que as vezes a gente gosta da pessoa e a pessoa não tá nem aí, depois que a gente desencana a pessoa vem e diz que sente o mesmo. Tipo ‘Meu Querido, já é tarde, O jogo virou’, uma coisa engraçada não é mesmo? E aí ela já veio com uma melodia meio que pronta e tivemos aquele momento em que estávamos tocando e testando as melodias e letras. E foi exatamente nessa hora em que a frase do refrão pegou e resolvemos continuar tocando, improvisando e testando acordes, riffs, melodias que foram ajudando muito na construção do som com a frase mais marcante na estrutura da música”.




Nascida em Belém do Pará, Cacau Sinimbu começou a cantar aos 15 anos de idade, e já possui uma vasta experiência nas noites da cidade e até mesmo em outros estados, acumulando ainda um histórico de mais de 20 anos de carreira, se destacando entre as poucas cantoras de pagode, que historicamente é um estilo predominantemente masculino.





Com influências de músicas regionais paraenses e vivência da sua maior escola, que foram os bares e as noites bucólicas no nosso Estado, a cantora tem um repertório vasto e shows temáticos onde Cacau agracia o público com a sua voz potente, ao fazer covers das canções de artistas nacionais como Djavan, Marisa Monte, Ana Carolina, dentre outros, e claro, sem esquecer de ressaltar cantores e artistas nacionalmente reconhecidos no meio de samba e do pagode como a cantora Alcione, representando-a muito bem com sua voz grave e potente.




“Durante os anos 90 eu escutava muita música, nesse período o samba e o pagode estavam muito fortes. Surgiram muitas bandas legais e estava cheio de artistas novos, lançamentos e tocando muito nas rádios. Além disso tive muita referência do Samba principalmente quando ouvia a nossa rainha Alcione. Minha infância e adolescência foi no Bairro da Marambaia, e na época tinha algumas casas de shows que rolava muita festa com esse estilo e eu sempre dava um jeito de entrar e admirar as bandas com seus cantores. E me imaginava ali e soube dentro de mim que era um estilo que me tocava, que eu queria. Lembro de duas casas muito famosas, ‘Olé Olá’ que era voltada para esse movimento e ‘Cazusa's bar’”, retrata a artista sobre como a música entrou na sua vida.




Cacau adianta suas expectativas sobre o lançamento do single para o público: “O ‘Jogo Virou’ é uma música que cai no gosto de todo público que curte uma boa letra de pagode, aquela letra que conta sua história. Traça em suas letras o momento de glória e libertação. Aquele momento que você não tem mais dependência emocional. E muita gente já passou por isso. Quem nunca quis virar o jogo em algum momento da vida? Melhor sensação não há”.





Serviço: Cantora Cacau Sinimbu, segue com single “O Jogo Virou” em todas as Plataformas Digitais. (YouTube, Instagram) Telefone: (91) 98112-1281.



Texto: Luana Moraes (91) 98239-1988 (Assessoria de Imprensa)



Palavras-Chaves