Nanna Reis vence etapa nacional do VI Fecant

#Fecant

#NannaReis


A cantora e compositora Nanna Reis, de Belém, foi consagrada vencedora da etapa nacional da VI Fecant - Divulgação.


A cantora e compositora Nanna Reis, de Belém, foi consagrada vencedora da etapa nacional da 6ª edição do Festival Canção da Transamazônica (Fecant), no sábado, 19 de dezembro, no Centro de Eventos de Altamira. Nanna ficou em 1º lugar com a canção autoral “A Cura” e também foi a Melhor Intérprete, recebendo os prêmios de R$ 10 mil e R$ 1,5 mil em dinheiro. A noite contou ainda com shows de Ellen Oléria e do duo BABY, formado por Luê e Matteo (Francisco El Hombre). O festival foi transmitido ao vivo pelo site fecant.com.br.




Nanna Reis subiu ao palco para receber a premiação, emocionada. Ela disse que fez a música para as mulheres que sofreram abuso sexual e que “A Cura” foi inspirada na experiência pessoal sofrida aos cinco anos de idade. “Cada mulher que está aqui sabe o que é isso, o que é ser assediada no espaço de trabalho, seja em relacionamentos abusivos, no cotidiano, no coletivo, na rua”.



Assista a "VI FECANT - Nacional" no YouTube




“Eu fiz essa música porque a cura está dentro da gente e a gente tem que entender que não precisa se diminuir pra caber em lugares onde querem nos diminuir. A gente pode viver a nossa essência, o nosso coração. Estou muito feliz porque ganhei. Muito obrigada, Altamira”, comemorou. Nanna anunciou que vai gravar um disco com o dinheiro do prêmio.




O cantor e compositor Pedrinho Callado, de Belém, ficou em segundo lugar no VI Fecant com a música “Radiação”, que foi interpretada por Kaila Moura. Essa colocação implicou no prêmio de R$ 7 mil. Em terceiro lugar, ficou o cantor e compositor Márcio Farias, de Ananindeua, com a canção “Grande Luar Veredas”, que foi defendida por ele mesmo no palco do festival. Ele recebeu o prêmio de R$ 5 mil.




O festival aconteceu em duas noites de shows: na sexta-feira, 18, com a eliminatória regional, da qual participaram 12 composições selecionadas de autores dos municípios da região da Transamazônica; e no sábado, 19, competiram na eliminatória nacional 15 composições, incluindo 12 selecionadas de outras regiões do Pará e do Brasil e os três primeiros colocados da fase regional.



coordenadora do VI Fecant, Joelma Klaudia - Divulgação.


A coordenadora do VI Fecant, Joelma Klaudia, agradeceu a participação da plateia que compareceu ao Centro de Eventos em número reduzido devido aos protocolos de prevenção da Covid-19, bem como ao público que prestigiou os artistas pela internet. “Foi maravilhoso poder estar junto de grandes artistas, mais uma vez,

ajudando a divulgar a nossa música e a colocar Altamira no calendário de importantes festivais do país”, celebrou.




Eliminatória regional

Na primeira noite do festival, na sexta-feira, 18 de dezembro, ocorreu a eliminatória regional somente com compositores da região da Transamazônica. O compositor Clauber Martins, de Marabá, obteve o primeiro lugar e levou o troféu Átila Milhomem com a canção “O Poema e o Poeta”, que foi interpretada por ele junto com Lena Garcia. Ele recebeu o prêmio de R$ 5 mil em dinheiro.




O segundo lugar foi da canção “Inês”, composta por George Paez, de Altamira, que foi interpretada por Gra Podanoschi e ficou com o prêmio de R$ 3 mil. Em terceiro lugar ficou a canção “Dias Atuais”, que foi composta e interpretada por Hiago Viana, de Altamira. A música acumulou o prêmio de Melhor Letra da etapa regional, com o prêmio de R$ 1.500.



Nanna ficou em 1º lugar com a canção autoral “A Cura” e também foi a Melhor Intérprete - Imagem: Jaime Souza.


O Melhor Intérprete da fase regional foi Edilson Tenório, de Altamira, que cantou a música de autoria dele, “Razão de Viver”, e levou o prêmio de R$ 1,5 mil. O festival contou ainda com os shows de Lia Sophia, Mariza Black e Allan Carvalho que animaram o público de casa na primeira noite. E shows de Ellen Oléria e BABY, na segunda noite.



Texto: Enize Vidigal (Jornalista)

(91) 98176-2537 / (91) 99103-4462

103 visualizações

Posts recentes

Ver tudo