Festival oferece oficinas de canto para performance ao vivo e arranjo para bandas

Sandro Santarém e Otto Ramos (AP) serão os oficineiros. Outros Nativos é um festival de música patrocinado pela fundação cultural do município que nesta fase promove oficinas de qualificação



Foto: Otto Ramos/Divulgação

O Festival Sociocultural Outros Nativos realiza na próxima sexta-feira, dia 24, a oficina de Canto Para Performance Ao Vivo. A formação é voltada para cantores e grupos musicais dentro dos bairros da Sacramenta, Pedreira, Barreiro e arredores para competir no festival.




Outros Nativos é um projeto patrocinado pela Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) por meio do edital de Projetos Culturais de Relevância Social. Sua intenção é trabalhar a sociabilidade e a territorialidade do artista da periferia e premiar novos talentos musicais. O festival propriamente dito ocorre no segundo semestre.



Nesta primeira fase são realizadas oficinas preparatórias, todas na Escola Estadual Acy de Barros, na Passagem Mucajá, 245, entre Senador Lemos e Pedro Alvares Cabral. Já foram realizadas oficinas de “Composição e Groove”, com Dubblack, “Arranjo Para Banda Pop Rock”, com Joel Flag”, e está em curso os módulos do curso “A Carreira do Música”.


A oficina de Canto Para Performance Ao Vivo será ministrada pelo cantor e preparador vocal Sandro Santarém. Ele é formando em música pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e já trabalhou com vários artistas locais como Nicobates, Nanna Reis e Dayse Addario. Com um trabalho autoral no gênero gospel, Sandro também prepara corais nas comunidades religiosas de Belém.



Foto: Sandro Santarém/Divulgação

A oficina começa na sexta-feira, às 18h, e segue pelos dias 25, 26 e 27. “Vamos trabalhar dois dias de técnica, incluindo exercícios de respiração e afinação, e depois vamos trabalhar com as bandas que se formaram na oficina anterior, de arranjo para banda pop rock, para que possamos aplicar a técnica na performance”, explica o oficineiro.


Arranjo - Na outra semana, de 31 de maio a 3 de junho, ocorre a última oficina prática dessa fase do projeto: Arranjo Para Banda Pop, dessa vez com Otto Ramos, arranjador e tecladista que gravou o último disco de Manoel Cordeiro, pai de Felipe Cordeiro e um dos produtores mais requisitados no gênero popular em Belém nos anos 1990.



Otto Ramos é paraense radicado em Macapá, onde também grava atualmente o disco de sua banda Mini-Box Lunnar, produzido por Carlos Eduardo Miranda antes de falecer no ano passado. Ramos também é produtor do festival Quebramar e foi articulador do Circuito Fora do Eixo.



O projeto Outros Nativos é uma iniciativa do produtor, jornalista, compositor e cantor Nicobates, que mora na Sacramenta e percebeu o potencial da comunidade para a música. Ele dirigiu vários projetos como o Pará Pró Música, Bafafá Pro Rock, Pará Musica.Com e foi guitarrista da banda Norman Bates por 15 anos. Agora, lidera o projeto Nicobates e Os Amadores.



No Outros Nativos, ele também coordena a parte pedagógica, já que é mestre em comunicação e cultura e professor, e conduz um curso modular sobre gestão de carreira e estratégias de comunicação aplicadas à música.



SERVIÇO:

Oficina de Canto para Performance Ao Vivo

De 24 a 27 de maio - na Escola Estadual Acy de Barros

Com Sandro Santarém – Inscrições Gratuitas

Oficina de Arranjo para Banda Pop

Com Otto Ramos – Inscrições Gratuitas

De 31 de maio a 03 de junho - na Escola Estadual Acy de Barros


Texto: informações da Assessoria do Projeto

Contato: (91) 98168 7474 / outronativos@gmail.com

3 visualizações