Bando de Teatro Olodum promove oficinas de performance negra em Belém




O Bando de Teatro Olodum vem pela primeira vez ao Pará e vai realizar oficinas de performance negra nas áreas de: Memória e Identidade; Música para Teatro; Dança e Teatro. Nas oficinas será aplicada metodologia própria, criada pelo grupo há quase 30 anos. As oficinas são gratuitas e as pré-inscrições podem ser feitas até o dia 22 de abril, no link disponível na fanpage do grupo que é: facebook/bando.deteatroolodum (ou AQUI).


As quatro oficinas serão realizadas simultaneamente nos dias 29 (segunda) e 30 (terça) de abril, das 9 às 12 horas, na Casa da Linguagem, no bairro de Nazaré. Os participantes devem ir com roupas leves para a prática de exercícios corporais, entre outras atividades. As oficinas são realizadas pelo Bando de Teatro Olodum desde 2002, tanto em Salvador (Bahia) como também em outros estados brasileiros. No início de abril, o grupo esteve em Manaus (Amazonas).

“Nós intitulamos de ‘oficinas de performance negra’ pensando justamente no tipo de trabalho que o artista negro vem fazendo, com uma metodologia específica do grupo, voltada para a criação do texto, do personagem, da música e de outros elementos que irão à cena”, afirma a produtora e atriz do Bando, Valdinéia Soriano.


O projeto de realizações destas atividades pelo Bando, tanto em Manaus, quanto no Pará, faz parte do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2017/2018. O programa é uma seleção pública que tem como objetivo contemplar projetos de circulação de espetáculos teatrais não inéditos, em parceria do Ministério da Cultura. No último edital foram investidos R$ 15 milhões. Ao todo, foram escolhidos 57 espetáculos,representantes de todas as regiões do País, com apresentações em todos os estados.



SERVIÇO: Oficinas de Performance Negra – Bando de Teatro Olodum Dias: 29 e 30 de abril de 2019 Horário: 9 às 12h Local: Casa da Linguagem – Avenida Nazaré, nº 31, bairro de Nazaré, Belém. Informações: (91) 3210-2250 / 98893-6557 / 99120-7999 Inscrições via: https://bit.ly/2TZiXXR


Crédito das fotos: Carolina Pereira/Labfoto Crédito do texto: Vivianny Matos (assessoria) Instagram: @vivi.matos.50 https://www.facebook.com/vivi.matos.50

22 visualizações