Show “Um sopro firme no blues”, com o músico Val Fonseca, é neste sábado (18)

Atualizado: Jan 18

#Show

Imagem: divulgação.

Um show que será um encontro de músicos e amantes do gênero musical mais charmoso e apaixonante e, diga-se de passagem, pai do rock, o blues. É isso o que promete o produtor cultural Jean-Yves Marc Deroubaix, mais conhecido como Marc Blues, um francês que adotou o Pará e tem um sonho: fortalecer o blues na cidade das mangueiras, e quiçá, no estado paraense. E para iniciar o seu projeto, ele buscou apoiadores para realizar, neste ano, o show: “Um sopro firme no blues”, que terá como atração o músico Val Fonseca.




O evento será neste sábado (18), às 22 horas, no bar e restaurante Toca, situado na Brás de Aguiar, nº 53, bairro de Nazaré, na capital paraense. Os ingressos serão vendidos no valor de 20 reais, na portaria do estabelecimento.“O Val Fonseca interpretará, durante duas horas, uma série de sucessos de blues, não somente tradicional mas também blues de vanguarda, certos com um sotaque de jazz, e também alguns temas de sua própria autoria. Tudo isso ao lado de quatro músicos (Quire Soares, Osvaldo Rosa, Diogo Rezende e Taylam Pereira), experientes na matéria, e com a minha participação exclusiva na gaita”, conta o francês Marc Deroubaix.




SOBRE VAL FONSECA

Nascido em Belém, Val Fonseca começou como vocalista da banda Falsos Adeptos, de Icoaraci, na década de 90. Iniciou seus estudos na gaita (harmônica) em 1997, desenvolvendo toda sua técnica, estudando o estilo dos grandes mestres da harmônica tradicional, além dos gaitistas de vanguarda como Jean Jaques Milteau, Sugar Blue, Charlie Musselwhite, Flavio Guimarães e outros. Estudou dois anos de teoria musical no conservatório Carlos Gomes.




Imagem: divulgação.

Viajou à Brasília, onde ficou por três anos e começou a aprimorar sua técnica em vários estilos musicais como o blues, jazz, regae, MPB e rock. Desenvolveu uma didática para ministrar aulas e ajudar a outras pessoas a desenvolverem habilidades com o respectivo instrumento. Val Fonseca já se apresentou em várias casas de show em Brasília e fez participações com bandas importantes no cenário musical brasiliense como Oficina Blues, Power Trio, Tijolada Regae.




Foi convidado para o encerramento do recital de gaita no Teatro dos Bancários e abertura do show de Celso Blues Boy, músico carioca. De volta à Belém, foi convidado pela banda Os Karas para fazer a abertura do show de Sebastião Tapajós, Nilson Chaves e Marco André.



O SONHO DE MARC

Foi ao completar oito anos de idade que Marc ganhou a sua primeira gaita do seu pai. A partir de então, ele começou a se interessar por diversos estilos musicais, mesmo sem optar por ser músico profissional. No fim da década de 70 e início da década de 80, Marc viajou, de carona, até aos Estados Unidos da América. Ele então conheceu Nova Orleans – Lousiana, o berço do jazz e do blues. “Acredito que foi onde eu peguei o vírus do blues”, diz ele.



Imagem: divulgação.


Foi então que o jovem francês, apaixonado por música, agarrou todas as oportunidades de acompanhar outros músicos, e segundo ele, não apenas de blues mas também de outros estilos e gêneros, como gospel, sucessos seculares internacionais, latina, etc. Há dois anos, Marc foi convidado a acompanhar uma banda paraense de blues, fez novas amizades músicos paraenses apaixonados por blues até tocar junto com Tonny Lisboa. “Tocamos juntos em numerosas ocasiões e o Vinícius Leite, finalmente me apresentou ao Val Fonseca”, revela.




Marc Deroubaix se apaixonou por blues e por Belém. Construiu família e reside na capital paraense. E é na cidade das mangueiras que ele pretende fortalecer os eventos musicais relacionados ao blues. “Considerando que a população de Belém tem milhões de habitantes, suponhamos que um mínimo de 5% desta população curte o blues; isso representa 100 mil pessoas interessadas e é muita gente. Se a metade, ou seja 50mil pessoas estivessem disponíveis quando surgirem oportunidades de apresentação deste gênero de música, poderia se abrir uma boa quantidade de estabelecimentos para oferecer espetáculos de blues, o que ajudaria a desenvolver atividades de entretenimento neste ramo musical e oportunidades de trabalho para ambos os músicos de blues e o pessoal de restauração e bar”, afirma Deroubaix.



SERVIÇO:

Show “Um sopro firme no blues” - Val Fonseca Harmônica Blues Band

Com os músicos: Quire Soares, Osvaldo Rosa, Diogo Rezende, Taylam Pereira e Marc Deroubaix.

Quando: Sábado, 18 de janeiro.

Que horas:Às 22 horas

Onde: No bar e restô ‘Toca’ (End.: Brás de Aguiar, 53, bairro de Nazaré, Belém).

Por quanto R$ 20 reais

Classificação: Maiores de 18 anos



Texto: Vivianny Matos (Jornalista Estante Cultural)

106 visualizações