Série documental retrata aspectos culturais do Arquipélago do Marajó

#websérie

#MarajoandoEntreCamposFlorestas

Imagem: divulgação.

Com o desafio em retratar as diversas faces do arquipélago do Marajó, a websérie “Marajoando entre Campos e Florestas” faz o registro em 4 episódios sobre a história de cada um dos seus 16 municípios. Através da fala dos entrevistados, é possível compreender mais sobre a parte histórica, cultural, política e ambiental da região. A série está disponível para visualizações no canal do Youtube “Marajoando Cultural” e pode ser utilizada como ferramenta educativa e de incentivo ao turismo local.




Em cada episódio da série, que varia entre 30 e 50 minutos, o público vai conhecer um pouco mais sobre as potencialidades da Amazônia marajoara em entrevistas que mesclam os conhecimentos de pessoas da região com os de especialistas. O título “Marajoando entre Campos e Florestas” foi inspirado na obra do historiador Agenor Sarraf com a perspectiva de representar a diversidade de dois “marajós” distintos, mas que se complementam em suas narrativas.





Para Luís Marajó, coordenador da websérie, o Marajó é uma região que tem muitos contextos e possibilidades que ainda não foram abordadas. “Um dos nossos objetivos com esse projeto é colaborar com as produções audiovisuais da região e trazer à tona os múltiplos ‘marajós’. Era até uma ousadia falar que pretendíamos abordar os 16 municípios do arquipélago, mas buscamos ao máximo retratar, mesmo que de forma rápida, as potencialidades de cada um desses lugares. É um projeto simples, mas com uma riqueza de falas que nos emocionou bastante durante a produção”, comentou Luís.




A obra contemplada pelo edital de Cultura Digital da Lei Aldir Blanc conta com uma equipe de seis pessoas de diversas áreas do conhecimento, além de ter recebido apoio de cinco videomakers em municípios marajoaras onde não foi possível executar as gravações de entrevistas presencialmente, por conta da Covid-19. Como previsto no edital, é preciso oferecer um retorno para a sociedade e a escolha do coletivo foi pela distribuição de um conteúdo educativo audiovisual, para os alunos com baixa ou nenhuma conexão com a internet, nas escolas da região de Anajás Grande, em Ponta de Pedras, no Marajó.





SERVIÇO

Websérie Marajoando entre Campos e Florestas, disponível no Canal do Youtube

“Marajoando Cultural”: Siga também no Instagram: @cultural_marajoando.


Texto: Ada Bastos (91) 98045-5098 (Assessoria de Imprensa)