Projeto Telas em Movimento lança animação “Telas da Esperança”

#ProjetoTelasEmMovimento


Revista A Turma do Ypê - Divulgação.

O Festival de Cinema das Periferias da Amazônia - Telas em Movimento encerra suas ações do ano lançando a Animação “Telas da Esperança” que vai ao ar dia 23 de dezembro nas redes sociais e no site do projeto: https://www.telasemmovimento.org/telas-da-esperanca-ed-emergencial/. A obra foi produzida por uma turma de ilustradores negros da região durante a oficina virtual de Introdução à Animação que teve como foco desenvolver histórias e desenhos feitos durante a pandemia por crianças do Guamá, Terra Firme, Ilha do Combu e do quilombo de Pitimandeua, em Inhangapi, próximo ao município de Castanhal. As comunidades envolvidas também serão abraçadas com uma ação de Natal que vai realizar doações de brinquedos, itens de higiene pessoal e revistas em quadrinhos paraense.




Ações emergenciais - Este ano o projeto atendeu centenas de famílias de bairros periféricos e comunidades ribeirinhas da região metropolitana de Belém, mobilizando agentes de saúde, campanhas de comunicação comunitária, distribuindo cestas básicas, kits de higiene, máscaras e kits pedagógicos numa ação denominada de Telas contra Covid-19 que teve ponto de partida uma campanha de financiamento coletivo realizada por meio do Benfeitoira e Fundo EnFrente.




O projeto então resolveu encabeçar uma segunda etapa e elaborou, em parceria com o Coletivo Pretinta, um material em que as crianças foram convidadas a criar um universo próprio, onde a população é salva e combate o coronavírus. Assim nasceu o “Telas da Esperança”, com o objetivo de estimular a prevenção dentro de casa, conscientizando e alimentando a esperança nas comunidades a partir da perspectiva das crianças. O primeiro resultado da vivência foi uma exposição realizada no mês das crianças, em outubro, na Galeria Theodoro Braga, no Centur, a primeira mostra de arte infantil do espaço em 40 anos de existência. "Ano que vem, em um cenário mais seguro, pretendemos realizar 5 exposições, desta vez nas comunidades envolvidas. Queremos mostrar que a arte não tem portas fechadas, é acessível a todos" relata Thais Sombra, produtora da exposição.



Oficina introdução à animação - Divulgação.


Do desenho à animação - O segundo passo foi transformar esses desenhos e histórias em animações, em parceria com o projeto Desabafo Social e o Instituto Galo do Amanhã, por meio do edital de apoio a comunicadores periféricos, foi realizada uma formação on-line de introdução à animação ofertadas a ilustradores negros das periferias de Belém ministrada pelos membros do Coletivo Macumba Lab, do Rio Grande do Sul (RS). “A experiência de troca com a galera de Belém foi uma experiência nova pra mim, sinto que aprendi muito, foi uma troca, eu e Phelipe Caetano, estávamos ministrando a oficina mas a gente também aprendeu com eles. Todos os alunos eram ilustradores, então foi o trabalho de adaptar essa habilidade que eles já tem e colocar em movimento.” relata Marina Keber umas das facilitadoras nesse processo, e completa: “fiquei bem satisfeita com o resultado final, eu achei que eles interpretaram as histórias e os personagens que as crianças criaram de uma maneira bem interessante, ficou uma animação bem emocional pelo momento que a gente está vivendo.”




Ação de Natal - Como última ação do ano, o Telas da Esperança volta às comunidades distribuindo brinquedos, kit de higiene com escova dental, creme dental, sabonete e informativos, e a revista em quadrinhos “A Turma do Ypê” que mistura aventura e consciência ambiental tendo como cenário a floresta amazônica e as cidades que fazem parte desse ecossistema. Essa ação é realizada em parceria com a UNICEF e a Cooperação da Juventude Amazônica pelo Desenvolvimento Sustentável (COJOVEM) e será distribuído junto a lideranças comunitaŕias dos bairros do Jurunas, Guamá, Quilombo de Pitimandeua e Comunidades das Ilhas do Combu.




Para as pessoas que queiram colaborar com o projeto, a arrecadação de brinquedos que teve início na Exposição Telas da Esperança na Galeria Theodoro Braga se estende até dia 23 de dezembro. Os brinquedos podem ser entregues na Casa Samaúma, localizada na travessa Frutuoso Guimarães, 648.




Serviço: Lançamento Animação 23 de dezembro nas redes sociais do Telas em Movimento https://www.telas-emmovimento.org. Arrecadação de brinquedos até dia 23/12 na Casa Samaúma, travessa Frutuoso Guimarães, 648. Distribuição de brinquedos, kit de higiene e a revista em quadrinhos “A Turma do Ypê” dia 24 de dezembro.



Texto: Na Cuia - Produtora Cultural

77 visualizações