Projeto lança guia e série de vídeos educativos sobre população LGBTI+

#LGBTI+

Imagem : divulgação.

Com o objetivo de fortalecer e promover a luta e defesa dos Direitos Humanos, contra toda forma de opressão e violência às juventudes LGBTI+ residentes das periferias de Belém e Região Metropolitana, o Projeto TRANSformar e REexistir, promovido pelo Instituto Universidade Popular (UNIPOP), realiza nesta quinta-feira, 10/03, o lançamento de uma série de vídeos informativos e um guia do projeto que abordam temáticas como diversidade e sexualidade, empregabilidade para pessoas transgêneres, a história de lutas do movimento e vivências de pessoas LGBTI+. O evento contará com performances da drag Lissandra Candy e apresentação musical com a DJ Biata, iniciando a partir das 18h, na sala Araguaia do Hotel Sagres, localizado na avenida José Malcher, n° 2927, bairro São Brás.




O projeto selecionou 25 jovens LGBTI+ das periferias da capital paraense que participaram de formações políticas e rodas de conversa sobre sexualidade, identidade, expressão de gênero e orientação sexual; a história do Movimento LGBTI+ no Brasil; Direitos Humanos e a população LGBTI+; população LGBTI+ e os meios de comunicação; ativismo LGBTI+ em Belém; criminalização da LGBTIfobia; direito à cidadania: Casamento civil igualitário, família e adoção por pessoas LGBTI+; política de saúde para população Trans e Políticas públicas existentes no Município e no Estado para a população LGBTI+. Além de terem contribuído no processo de construção dos produtos educativos resultantes do projeto: a série de vídeos e o guia informativo.




Para Mac Silva, jovem participante da iniciativa, foi um processo de descobertas: “Minha

participação no projeto foi muito importante para o meu processo de saber me expressar tanto em questões de gênero quanto de orientação sexual. Me descobri uma pessoa não-binária durante este processo, que pra mim foi um renascimento, sabe? Projetos como este pensam nas pessoas de forma coletiva e eu me senti muito acolhida”





Já para Eduardo Felipe, homem trans residente do distrito de Icoaraci, ter participado das atividades foi uma oportunidade de visibilidade, aprendizado e reconhecimento: “conhecer outras pessoas, saber sobre as outras vivências, foi muito importante para mim como pessoa, o que me fez estar mais perto politicamente falando”. E complementa: “É de extrema importância que esses projetos apoiem o empreendedorismo LGBTI+ e que a visibilidade cresça!”




Patrícia Cordeiro, coordenadora da UNIPOP, ressalta a atuação das juventudes LGBTI+ que historicamente ocupam as ações e atividades da instituição: “O impacto para nós, uma entidade de 34 anos, trabalhar com foco na população LGBTI+, é um processo de se transformar, repaginar e renovar nossas atuações por uma demanda que veio da própria juventude participante das nossas atividades e projetos, assim nasceu o TRANSformar e REexistir”. E complementa sobre o evento: “O lançamento destes materiais educativos encerra a etapa de vivências realizadas com as juventudes ao longo de 2021. A partir dos conteúdos produzidos nós vamos para a próxima etapa, qual chamamos de incidência política, onde vamos dialogar, trabalhar e estabelecer processos formativos comunitários com escolas, universidades, associações, coletivos e instituições, contribuindo para que outras juventudes LGBTI+ acessem espaços e serviços, conheçam, reivindiquem e exerçam seus direitos de cidadãos”.





SERVIÇO

Lançamento vídeos e guia LGBTI+ do Projeto TRANSformar e REexistir

Data: 10/03

Horário: a partir das 18h

Local: Sala Araguaia no Hotel Sagres, localizado na avenida José Malcher, n° 2927.

Evento gratuito


Texto: Matheus Botelho

Fonte: Na Cuia Produtora Cultural (@nacuiaprodutora)



Palavra-Chave