Projeto Ingerados traz uma nova linguagem poética

#ProjetoIngerados


Imagem: divulgação.

Proposto por Padre Sidney Canto, o projeto Ingerados, foi selecionado no Edital de Cultura Digital da Lei Aldir Blanc – Pará, organizado pelo Instituto Ágata. O objetivo é simples, tirar as poesias das bibliotecas e acervos através de intervenções urbanas poéticas e disseminar literatura, propondo uma nova linguagem poética nas letras de jovens e saudosos escritores da Amazônia.




A página instagram @ingerados reúne trechos de poesias com curadoria do Antropólogo e Escritor Diego Alano Pinheiro e do Jornalista e Produtor Cultural Fábio Barbosa, o Design Gráfico é assinado por Wendell Amorim. Durante os meses de abril e maio será impossível não notar a poesia que compõe as luminárias da orla, o mobiliário urbano e outdoors, com conexão interativa através de Código QR.





O projeto quer criar espaços de respiro entre o cotidiano da paisagem urbana e dialogar

com as pessoas através de criações artísticas poéticas e imagéticas. E a poesia, frases, pinturas e cores transformam o cenário, reinventam o lugar comum e novos pensamentos aos que caminham entre as criações. É um encontro inusitado por meio de possibilidades criativas, democráticas e acessíveis na região do Baixo Amazonas, em particular, na Pérola do Tapajós.





Dez poesias foram gravadas pelos artistas Priscila Castro, Jamile Fernandes, Yanny Rodrigues, Vinicius Villare, Evandro Boa Morte, Mourrambert Flexa, Diego Alano Pinheiro e Fábio Barbosa no estúdio da AD Produções, seguindo todos os protocolos de saúde e distanciamento social. Os vídeos da leitura dramática serão postados nas redes sociais (Instagram, YouTube e Spotify).





Texto: Fábio Barbosa (93) 98109-2234




228 visualizações

Posts recentes

Ver tudo