“Não Vou Pedir Licença” de Lia Sophia e Zélia Duncan segue nas plataformas digitais

#LiaSophia

#ZéliaDuncan

#NãoVouPedirLicença

Imagem: divulgação.

No dia 10 de setembro, a cantora e compositora Lia Sophia lançou o single(/clipe) Não Vou Pedir Licença. Com participação especial de Zélia Duncan, a música foi composta para o documentário Assim como o Ar, Sempre nos Levantaremos da diretora pernambucana Clara Angélica. Não Vou Pedir Licença é uma música Pop com referências eletrônicas, gravada em 2021.




A música fala sobre a liberdade de viver, sonhar e amar. Em tom afirmativo, lembra que a existência de pessoas com orientações sexuais e identidades de gênero diversas, não dependem da autorização ou da permissão de outros. Ainda que a temática LGBTQIA+ sempre estivesse presente em seu trabalho, Lia Sophia vem utilizando sua arte para reforçar seu posicionamento e dar mais visibilidade à causa, que vem sofrendo violências diárias em nosso país. No dia 17 de maio, Dia Internacional de Luta contra a Homofobia e Transfobia, a artista lançou o clipe Irmã, que fala dos desafios da comunidade LGBTQIA+ no Brasil. O lançamento do single Não Vou Pedir Licença reforça ainda a importância de se fazer ecoar outras datas como o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, celebrado em 29 de agosto.





“As canções contam um pouco sobre quem somos, mas também dá voz aos outros. Elas

falam do momento que vivemos e nós vivemos um momento difícil. Silenciar diante disso é ser conivente. Nós temos sidos ameaçados e muitos, brutalmente mortos diariamente no Brasil. A minha arte é a minha arma. Arma que dispara amor e alegria, mas também dispara revolta e resistência”, desabafa a artista. A arte da capa do novo single é composta por fragmentos de obras do artista plástico paraense Petcho, onde vários femininos se encontram e se impõem com olhares que não serão silenciados.




A música foi composta para o documentário Assim como o Ar, Sempre nos Levantaremos, que dá visibilidade a mulheres lésbicas, bissexuais, trans e travestis. O filme da diretora pernambucana Clara Angélica mostra os medos e angústias dessas mulheres, sua resistência e a luta por seus direitos, por suas vidas.





“A Clara Angélica me convidou para compor uma música pro documentário e me passou um pequeno briefing. Eu compus duas músicas e a escolhida para fazer parte da trilha do filme foi Não Vou Pedir Licença”, relembra Lia Sophia.



Participação – Todo artista tem ídolos e é sempre uma realização poder conhecer e trabalhar com eles, especialmente quando é por uma causa extremamente importante. Foi o caso do encontro de Lia Sophia com Zélia Duncan.




“Essa participação foi sonhada e desejada bem antes da composição dessa música. A Zélia Duncan é uma artista incrível e uma referência musical pra mim. Eu sou fã e já cantei muitas canções dela ao longo da minha trajetória. Com sua alma ativista, a potência da sua voz extrapola os palcos e fala por pessoas que têm sido silenciadas. Ela tem lugar de fala e de canto para interpretar essa canção e o fez lindamente com o coração na voz”, pontua Lia Sophia. Zélia Duncan retribui: “Foi um prazer pra mim conhecer Lia Sophia e participar da trilha de um documentário que é tão importante para a nossa comunidade”.



Imagem: divulgação.


Documentário – Não Vou Pedir Licença foi composta para o documentário Assim como o Ar, Sempre nos Levantaremos, um filme documental de longa-metragem que dá visibilidade às mulheres lésbicas, bissexuais, trans e travestis. A diretora pernambucana Clara Angélica entrevistou mais de 20 mulheres, sendo sete casais, e seus familiares, mostrando as dificuldades dessa comunidade no Brasil, o país que mais mata LGBTQIA+ no mundo, realidade que se agravou a partir do resultado das eleições de 2018. O filme está inscrito em Festivais pelo mundo e ainda está sem data de lançamento definida.




“É importante nos afirmarmos enquanto cidadãos e humanos. Muitas vezes, eu escuto as pessoas dizerem: ‘ah agora tá cheio de gays e lésbica em todos os lugares’. Nós sempre estivemos aqui! Por isso eu digo na música: ‘eu não cheguei agora, estou aqui firme e forte, minha vida não depende da sorte’”, afirma.





Serviço: Single/clipe Não Vou Pedir Licença de Lia Sophia com participação especial de Zélia Duncan. Disponível nas Principais PLATAFORMAS DE STREAMING. MAIS EM (Instagram, Facebook, Twitter, YouTube, Spotify e Site).


Texto: Sonia Ferro (91) 98026-1595 (Lambada Produções)

182 visualizações

Posts recentes

Ver tudo