"Meu Verbo Cultura" de Mário Lúcio ganha lançamento em Belém

#MárioLúcio

#MeuVerboCultura

Imagem: Jorge Simão / Divulgação.

O músico e escritor cabo-verdiano Mário Lúcio Sousa está em Belém para o lançar, neste sábado, 11, no Teatro Gasômetro, às 19h – Parque da Residência – Av. Governador Magalhães Barata, 830. São Brás. Belém-PA.




“Meu Verbo Cultura: escritos amorosos sobre cultura e desenvolvimento” traz uma série de artigos, entrevistas e discussões do também jurista, político, poeta, e ex-ministro da Cultura de Cabo Verde. Lançado em 2016, pela Editora da Universidade Federal da Bahia, a obra agora ganhou reedição pela Editora do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA/UFPA), por meio do Projeto de Extensão “Intercâmbio turístico-cultural Belém-Cabo Verde: a cultura como ato de resistência em Mário Lúcio”.




Meu Verbo Cultura” tenta traduzir o pensamento articulador e original do cabo-verdense Mário Lúcio para a área das artes e gestão artística, através do seu trabalho na frente do Ministério da Cultura de Cabo Verde, se destacando em todo continente africano pelas suas parcerias e modelo de trabalho para a criação e desenvolvimento de políticas culturais para a melhoria do seu país.





A programação também contará com apresentação musical do artista, além de sessão de autógrafos. A entrada do público é gratuita, no entanto haverá lugares limitados, atendendo os protocolos de saúde na pandemia. Para ter acesso ao teatro, as pessoas também deverão apresentar na entrada, a carteirinha de vacinação com ao menos uma dose já efetivada.




Mário Lúcio tem dez discos gravados, alguns com participação de Gilberto Gil, Milton Nascimento e Paulinho da Viola. Compositor de trilhas sonoras para filmes, documentários e para companhias de dança e teatro, ele é autor de mais de quatrocentas canções, concertos em mais de trinta países, e de seis peças de teatro encenadas em diversos lugares do mundo.



Imagem: Jorge Simão / Divulgação.


Já na literatura, são onze livros publicados (3 de poesias, 5 romances, 2 de teatro e 1 de pensamentos), entre eles os premiados “O Novíssimo Testamento,- e Biografia do Língua”, este como melhor romance em língua portuguesa de 2015.



Intercâmbio cultural com Cabo Verde traz


O intercâmbio entre Belém e Cabo Verde vem sendo fortalecido desde o ano de 2018 com diversas ações já concretizadas com presenças de artistas paraenses e cabo-verdianos. A publicação do livro, além de dar visibilidade às ações de intercâmbio entre Belém do Pará e Cabo Verde, iniciadas em 2018, abre um campo de possibilidades para os estudantes de turismo e o processo de

internacionalização em curso na UFPA.



Cultura, Turismo e Educação


O intercâmbio com Cabo Verde é mais do que um entrelace de culturas, é uma manifestação do que ocorre ‘quando abrimos o olho do coração’ e nos expandimos para além da separação entre os limites dos nossos territórios e os dos outros. A cultura e o turismo enquanto possibilidades de expressão cognitiva e de reconhecimento das manifestações mais diversas de pertencimento, respectivamente, proporcionam a flexibilidade da imagem do entrelace.




E o livro “Meu Verbo Cultura” trata desse manifesto, desse reconhecimento e do amor ao encontro do outro e do que nos parece, ao primeiro olhar, estranho. Manifestar-se ao outro, portanto, é o que conduz a leitura desta obra instigante e desafiadora que deve ser lida tirando-se as vendas dos olhos e as amarras da vergonha do coração.



Serviço

Lançamento do livro “Meu Verbo Cultura: escritos amorosos sobre cultura e

desenvolvimento”. Neste sábado, 11 de setembro, às 19h, no Teatro Estação

Gasômetro – Parque da Residência – Av. Governador Magalhães Barata, 830.

Belém-PA. De acordo com as novas medidas do Depto de Vigilância à Saúde, da

Sesma, o público está limitado em 100 pessoas.


Texto: Luciana Medeiros (91) 98134.7710 (Holofote Virtual)

265 visualizações