Live celebra o Dia da Amazônia e relança livro virtual sobre a ocupação da floresta

#DiaDaAmazonia


Pintura Rupestre - Imagem: divulgação.

Para celebrar o Dia da Amazônia, comemorado em 5 de setembro, o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) relança o livro “A floresta habitada: História da ocupação humana na Amazônia”, escrito pelas pesquisadoras Jakeline Pereira e Tatiana Corrêa Veríssimo e ilustrado por Livando Malcher e Biratan Porto, em uma live na próxima sexta-feira (04/09), às 17h30 pelo Instagram do Imazon, com a participação do historiador Michel Pinho. A edição, revisitada e ilustrada, está disponível em versão virtual e para download no site do instituto.




Com ilustrações e histórias em quadrinhos, informações históricas, geográficas e curiosidades, a publicação mostra que, diferente do que se pensa, a ocupação do território amazônico não começa com os colonizadores. Aqui existiam populações grandes e organizadas, que conviviam em harmonia com a natureza. A região amazônica carrega uma herança ancestral, com registros, até o momento, de aproximadamente 11 mil anos. Uma das hipóteses sugere que os asiáticos foram os primeiros imigrantes a chegar ao vale do rio Amazonas.




De acordo com a pesquisadora Jakeline Pereira, essas informações esclarecem acerca da nossa ancestralidade. “Como querem falar sobre desenvolver esse território, sem antes valorizar as pessoas que estão nele, sem valorizar o conhecimento dos povos da floresta? Eles sabem muito bem manejar os recursos”, diz. Por isso, o objetivo principal da publicação é ser um instrumento de conhecimento e valorização do povo amazônida.



Theatro da Paz - Imagem: divulgação.


“A ideia é que as pessoas, desde a criança, tenham acesso às literaturas como esta, para que possam conhecer esse patrimônio e defendê-lo”, completa. Nas páginas, o leitor pode conhecer os tesouros culturais que a floresta amazônica guarda, como pinturas rupestres, sua grande biodiversidade e os modos de viver dos povos que guardam a maior reserva natural do planeta.


Capa do Livro "A Floresta Habitada: História da Ocupação humana da Amazônia" - Imagem: divulgação.

A autora Tatiana Veríssimo ressalta que “o livro também é um documento para que os erros do passado, tais como a subjugação dos povos indígenas, a crença no monopólio de um ciclo econômico (borracha) e planos de desenvolvimento que não valorizam a floresta em pé não sejam mais cometidos. Como sabemos, a conservação da floresta é importante para o mundo todo pelos serviços ambientais que ela presta ao planeta. O

livro apresenta esse conteúdo de forma mais leve, ilustrada, de fácil compreensão. O objetivo é fazer com que o leitor se encante pela grandiosidade e complexidade da região e compreenda que a natureza não é só um recurso, ela é, segundo os índios, um curso, um fluxo por si mesma”, destaca Veríssimo.




Metodologia

“A floresta habitada: História da ocupação humana na Amazônia” foi produzido a partir de metodologias colaborativas, com professores, pesquisadores do Imazon e comunidades das Unidades de Conservação, nas quais o Imazon atua. A publicação já vem sendo utilizada em escolas e grupos comunitários. Agora, estará ainda mais acessível para toda sociedade.




Serviço: Relançamento - Livro “A floresta habitada: História da ocupação humana na

Amazônia”, de Jakeline Pereira e Tatiana Corrêa Veríssimo e ilustrada por Livando

Malcher e Biratan Porto.




Live com Jakeline Pereira e o historiador Michel Pinho Dia 04/09, às 17h30 via

Instagram do Imazon: @imazonoficial


Texto: Dominik Giusti (Sorella Conteúdo)

64 visualizações