Kim Marques e Edilson Moreno se apresentaram em Cametá neste sábado (06/11)

#SHOW

Imagem: divulgação.

No próximo sábado (06/11), o cantor Kim Marques, volta a sua à sua terra natal, Cametá, no Nordeste do Estado, para uma grande apresentação que vai embalar o público com os melhores bregas paraenses, que prometem não deixar ninguém ficar parado. Junto com ele, participa também o cantor Edilson Moreno. O SHOW É GRATUITO!




Kim Marques e Edilson Moreno são as atrações principais da terceira noite do Festival de Música Cametaense (Femuca), que é realizado do 04 ao dia 06 de novembro, às 19h, na concha acústica da Praça da Cultura de Cametá.




O Festival é um evento municipal que investe e fomenta a música de Cametá, dando espaço não apenas para os cantores cametaenses, mas também para artistas de todo o Estado, premiando as melhores apresentações, com prêmios que vão de R $1.000 a R $3.000, além de troféus. Ao todo, serão R $ 9.000 em premiações.





Nascido em Cametá, Kim Marques é um dos maiores cantores de brega do Pará. Edilson

Moreno também carrega uma grande bagagem na música estadual. São anos de carreira dedicados ao brega paraense, que hoje é Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado. Inclusive, os cantores estiveram presentes na assinatura da Lei que garantiu o título ao estado, juntamente com o governador Helder Barbalho e demais artistas paraenses.




"O público pode esperar um grande show, com músicas do nosso repertório que não vão deixar ninguém parado. É uma honra estar voltando aos palcos e principalmente na minha cidade natal, Cametá. A presença do público é fundamental para nós artistas", disse Kim.




"Será um prazer cantar em Cametá, neste festival que valoriza e oportuniza tanto a cultura na cidade. Estamos chegando com um grande show", completou Edilson.





Serviço Kim Marques e Edilson Moreno no Festival de Música Cametaense (Femuca):

Dia: Sábado 06/11 Às 19h. Local: Cametá/Pá na Concha Acústica da Praça da Cultura

(Entrada Gratuita). Siga os artistas em seus Instagrans (@kimmarquesoficial e

@edilsonmorenno).





Palavras-Chaves