Jovens lançam vídeos com temas sobre Protagonismo Juvenil e Cultura de Paz

#ProtagonismoJuvenil


Divulgação.


Transição de gênero, bullying e comunicação não violenta são os temas abordados nos vídeos de Bento Barreto, Fadiany Cardoso e Ranier Rocha, premiados no Edital juventude Ativa com recursos da Lei Aldir Blanc. Os três amigos decidiram concorrer, cada um com uma proposta diferente, para compartilhar suas experiências nesses temas, e ficaram em êxtase com a premiação. “Fui Bia, sou Bento”, “Ninguém merece bullying” e “Não quero ter razão. Eu quero é ser feliz” são os títulos escolhidos por Bento, Fadiany e Ranier.




A premiação é destinada à produção de conteúdos autorais independentes a serem desenvolvidos pelo público jovem, visando a promoção, o fortalecimento da cultura de paz e do protagonismo juvenil. O edital foi coordenado pelo Movimento República de Emaús, em parceria com a Secult Pará, e os três jovens receberam apoio técnico da CRibas Soluções.



O logger Bento Barreto, que até pouco tempo era Beatriz, conta sua experiência na transição de gênero estimulando os jovens a seguir o caminho de autoconhecimento com coragem e determinação. Como ele mesmo define “esse é um processo delicado, muito solitário que requer cuidados, proteção e apoio, em especial da família”.




O bullying se apresenta de diversas maneiras e a produtora Fadiany enfrenta, até hoje, rejeição social pelo seu cabelo. Ela expõe a maneira pela qual tem conseguido se aceitar e superar isso. “Tem sido libertador falar sobre o meu cabelo. Como pode ainda existir pessoas que gostam de diminuir os outros por não aceitá-las como são?”, reflete Fadiany.





Ranier Rocha, que é músico, reconhece uma importante faceta desta premiação que é a sensação de dividir o prêmio contratando outros jovens para atuar profissionalmente no projeto, e assim “gerar renda durante a pandemia, quando as oportunidades para a juventude diminuíram mais ainda”, ele conclui.




Radiantes com a possibilidade de contar suas histórias e estimular outros jovens no seu protagonismo, os premiados chamaram Yan Dalpra para assinar a direção de fotografia dos vídeos, que nos explica: “são vídeos curtos, mas provocativos para a reflexão, e um novo olhar sobre essas questões tão presentes no nosso cotidiano”.




Os vídeos serão lançados a partir da primeira semana de março nos perfis do Instagram de cada premiado. Vamos lá conferir!


Serviço: Lançamento de vídeos premiados no edital Juventude Ativa (Lei Aldir Blanc

Pará) Mais informações (91) 991840251


1 - Fui Bia, sou Bento, de Bento Barreto - Dia 6/3, às 18h no Instagram @beisonfire

2 - Ninguém merece bullying!, de Fadiany Cardoso - Dia 8/3, às 18h no Instagram

@fadianycardoso

3 -Não quero ter razão. Eu quero é ser feliz!, de Ranier Rocha - Dia 13/3, às 18h no

Instagram @ranierrocha


Texto: Maria Christina (98198-9370) (Assessoria de Comunicação)