Icoaraci terá Festival do Acarajé no próximo domingo (12)

#FestivalDoAcarajé


Imagem: Sarah Arcângela.


O famoso acarajé da Mãe Juci d'Oyá está de volta, mas dessa vez de um jeitinho diferente. Neste domingo, 12, das 10 às 21 horas, será realizado o Festival de Acarajé: Ageum Solidário, no Terreiro de Umbanda Casa de Mãe Herondina, situado na Rua Maria Leda, nº 40, em Icoaraci. Além do verdadeiro acarajé baiano, também terão no cardápio: feijão de camarão, abará e ximxim.




Por causa da pandemia do coronavírus e, tomando todas as medidas para evitar aglomerações, os amantes das comidas baianas devem agendar, até a próxima sexta, 10, o horário que vão buscar os alimentos no espaço, que vai disponibilizar álcool em gel. O agendamento pode ser por telefone ou pelas redes sociais (vide serviço). Será permitida apenas a entrada de pessoas que estiverem usando máscaras. O valor do acarajé é dez reais.




O evento tem a finalidade de arrecadar fundos à construção do novo espaço que vai sediar o Terreiro de Umbanda Casa de Mãe Herondina, que está em fase de mudança de terreno. Destacamos que o festival terá a circulação de pessoas de modo rotativo e com um número limitado por horários.



“A nossa expansão de Axé, da nossa tradição, necessita muito da natureza. Nós somos natureza. O Candomblé, a Umbanda se baseiam na natureza. Por esse motivo, nós da Casa de Mãe Herondina e futura Roça de Candomblé, estamos num momento de transição para um outro chão de Axé, saindo de Icoaraci e indo para Outeiro/Ilha de Cotijuba. Essa necessidade de mudança é por causa da falta de ambientes naturais. Então, precisamos levantar recursos para reerguer o nosso terreiro em outro espaço”, explica Jucilene Carvalho, a Mãe Juci d'Oyá.



Imagem: divulgação.


Conheça um pouco sobre a história da Mãe Juci d'Oyá


Jucilene de Souza Carvalho é Sacerdotisa de Umbanda do Terreiro de Umbanda Casa de Mãe Herondina. Ìyàwó no Candomblé do Ilé Ìyá Omi Àsé Òfá Kare. Baiana de Acarajé, reconhecida pela Associação Nacional das Baianas de Acarajé (ABAM). Coordena o Comitê Permanente de Povos Tradicionais de Matrizes Africanas no Conselho da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará e o Fórum Permanente de Afrorreligiosos do Pará. Integra a Rede de Mulheres Negras e é colaboradora do Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará (CEDENPA). É Coordenadora de Cultura da AFAIA e Produtora Cultural do Grupo Teatral Bambarê Arte e Cultura Negra. É militante de movimentos sociais pelo reconhecimento e valorização da cultura ancestral dos povos de matrizes africanas e de comunidades tradicionais da Amazônia, propagando os conhecimentos adquiridos na vivência entre Umbanda e Candomblé Kétu.


SERVIÇO:

Festival de Acarajé Ageum Solidário da Casa de Mãe Herondina


Dia: 12/7 – Domingo

Hora: Das 10 às 21h

Local: Rua Maria Leda, nº 40, em Icoaraci / Belém (PA).


Informações: (91) 98563-1088 / 98956-6739

REDES SOCIAIS: Fanpage: facebook.com/acarajedajucidoya // Intagram: @acarajedajucidoya


146 visualizações