Grupo Palha estreia espetáculo sobre a vida de Batista Campos

#GrupoPalha

Imagem: Walda Marques / Divulgação.


A história da Cabanagem contada no teatro a partir da ótica de um de seus maiores nomes: o Cônego Batista Campos. Nos dias 27, 28 e 29, às 20 horas, no teatro Waldemar Henrique, o Grupo de Teatro Palha apresenta o espetáculo Batista em Corpo e Fúria, espetáculo que marca o retorno do grupo aos palcos presenciais. Entrada franca.




O espetáculo conta a história de Batista Campos, figura central do movimento denominado Cabanagem, a maior revolta popular do Brasil no período regencial. Nesse tempo foi duramente perseguido pelas forças políticas de Belém, chegando a ser amarrado à boca de um canhão durante conflitos de rua que se sucederam logo após a adesão do Pará à Independência do Brasil, em agosto de 1823. Foi redator, sacerdote e mentor intelectual do movimento, vindo a falecer em 31 de dezembro de 1984.




Com encenação de Paulo Santana, o espetáculo traz de volta à cena o ator Stéfano Paixão após um hiato de 11 anos longe dos palcos, além da participação de Kesynho Houston no elenco. A encenação proposta por Santana faz alusão a vários ícones, símbolos ligados à imagética do cenário da época da Cabanagem, como o próprio porão do navio Brigue Palhaço, as prisões, as baias de cavalos das fazendas.





"Falar de Batista Campos em pleno 2021 é extremamente atual e necessário, quando vivemos um dos piores períodos da política brasileira desde a redemocratização em 1988. Batista Campos nos suscita a ir à luta, a levantar a voz, não ceder, não recuar diante da tentativa de destruição de nossa democracia" afirma Stéfano sobre o projeto que estreia após 13 anos engavetado.



A dramaturgia é uma livre adaptação da obra Batista, do autor paraense Carlos Correia Santos, que traça a história deste que foi um dos maiores revolucionários da história brasileira. O espetáculo é realizado através de emenda parlamentar do deputado federal Edmilson Rodrigues, ainda no exercício de 2020.




O espetáculo terá um máximo de 100 pessoas por sessão, respeitando as normas de biossegurança contra a Covid-19 durante todas as sessões da temporada. É obrigatório manter o distanciamento social, o uso de máscaras nas dependências do teatro e é recomendável o uso de álcool em gel nas mãos.





SERVIÇO: Espetáculo Batista em Corpo e Fúria

Dias 27, 28 e 29 de agosto. Sempre às 20 horas

Local: No Teatro Waldemar Henrique (Av. Presidente Vargas, 654 - Pça da República)


Entrada Franca - Máximo de 100 pessoas por sessão. Informações: 99629-9641 | 9894-9117


Texto: Leandro Oliveira (91) 98492-7371 (Assessoria de Imprensa)


221 visualizações