Exposição 'Nós de Aruanda' evento online traz programação Multicultural

#ExposiçãoNósDeAruanda


Imagem: divulgação.

Quer conhecer um pouco sobre arte Afro-brasileira? Então fica por dentro da Exposição NÓS DE ARUANDA. A programação está repleta e diversificada com Música, Poesia, Performances, Shows, mostra de cinema, exposição de arte de várias linguagens, pintura, escultura, grafite, vestuário, arte plástica, arte visual, roda de conversa e Gira Literária.




Segundo a produtora executiva e designer, Gabriela Monteiro, o evento mostra para sociedade um pouco do que fazem dentro do terreiro, é um fazer artístico e ancestral. "É muito importante pra Nós, por toda a história do Nós de Aruanda, que vem desde 2013, que essa exposição continue ancontecendo, nas ruas, nas redes e seja em qualquer lugar a arte do nosso povo continue ecoando", explica.




A programação ocorre desde o início do mês (01/09) e vai até a próxima quarta-feira 15 de setembro com um giro de atividades, captação de imagens, catalogação de obras, performances, depoimentos, rodas de conversa e shows musicais, ações culturais no bairro de Outeiro, Barreiro e Terra Firme, além da criação do acervo com imagens das edições anteriores. O evento tem como objetivo de criar repertório sobre arte negra e Afro-Religiosa para educadores, refletindo sobre nosso sagrado enquanto arte com intuito de despertar este olhar em mais praticantes destas religiões.




Sobre o andamento da programação, a produtora conta que o evento foi construído e pensado de maneira coletiva, e vem acontecendo de maneira muito trabalhosa para equipe, mas também muito recompensadora. "Nossos esforços têm sido grandes, e tem dado resultados muito marcantes. Desde a roda de abertura com falas emocionantes que resgataram um pouquinho da história da exposição. Até as últimas atividades que envolveram escritores negros e afro-religiosos do Pará e Bahia. Está acontecendo tudo de uma forma muito marcante para todos nós da equipe e esperamos que o público que está sendo atingido pela nossa arte também traga com carinho boas recordações desse momento", explica Gabriela.





A exposição é protagonizada por praticantes das religiões de matriz africana Artistas de Terreiro como: Pena Maracá, Mina, Umbanda, Candomblé etc que praticam seus afazeres como vestuário, bonecos, objetos, danças, rituais e ressignificam essas práticas em categorias artísticas compondo uma celebração de nossos fazeres como obras de arte e principalmente buscando combater a intolerância religiosa e dar visibilidade positiva para nossas religiões e nosso povo.




No dia 15 de Setembro será o encerramento das atividades e abertura da GALERIA VIRTUAL onde estarão on line também o resultado do giro de atividades, a Exposição Nós de Aruanda é coordenada desde 2019 pelo Instituto Bamburusema de Cultura Afro Amazônica - IBAMCA, da matriarca Elizabeth Pantoja, Mametu Muagile. Neste dia acontecerá Apresentações musicais e Culturais de (Jeff Moraes, Banda Afro Amazônica Panambi Preta, Emanu Black, Maré Cheia, Carimbó Volta ao Mundo, Sambagolê e Juliana Matemba).




"A expectativa é grande para que tudo ocorra da melhor forma possível e que a arte do povo de terreiro ecoe cada vez mais, pelas ruas, e ultrapasse as barreiras da intolerância! Ainda tem muito ainda pra acontecer! Diálogos importantes ainda vão rolar com convidados de vários estados do país. Teremos performances, danças, muita música e muito batuque", finaliza Gabriela Monteiro.





Serviço: O evento 'Nós de Aruanda' pode ser acompanhado de forma virtual pelas redes sociais do Instituto Bamburucema (FACEBOOK INSTAGRAM). A programação ocorre até a próxima quarta-feira, 15 de setembro.



Texto: Assessoria de Comunicação

280 visualizações

Posts recentes

Ver tudo