EP “OPALA” da Mc paraense Íra segue disponível nas plataformas digitais

#McÍra





No final do mês de abril (27), a Mc paraense Íra, fez o lançamento do seu primeiro Ep

“Opala”. A obra retrata as vivências da realidade da artista, trazendo as narrativas de como ser uma mulher negra do axé e a auto estima do povo preto. Além disso, Íra faz fortes críticas ao racismo, trazendo como principal apontamento o genocídio da juventude negra no Brasil. O Lançamento será feito no YouTube e plataformas musicais.




O trabalho traz fortes referências ao orixá Ogum e a pedra preciosa que dá nome ao Ep:

Opala. “As Opalas geralmente são de cor branca leitosa, com rajadas coloridas feitas pelos reflexos da luz, à medida que a pedra é movida, mas as Opalas Negras são muito mais raras. Quanto mais escura sua cor de fundo e mais brilhante forem as rajadas de cor, mais valiosa é a pedra!”





Íra relata que a sua maior fonte de inspiração, foi a realidade cotidiana de pessoas que viviam em sua volta e as que viram estáticas vítimas do racismo. O cenário atual de pandemia, também é mencionado nas letras da artista.




Sobre a artista

Íra tem 20 anos, é mc e compositora paraense.Iniciou sua carreira musical em 2020 com o seu primeiro single “Flow vira lata” mas já produzia músicas e poesias bem antes.A mc trás como marca principal as críticas,a personalidade forte e o “deboche” sem se perder nas batidas. Tem como influências o cantor Chico César,Djonga e Cristal .Íra já produziu o battle girl power,batalha importante por apoiar e fomentar a cena do rap feminino no Pará. Produziu artistas locais em obras musicais, além de desenvolver trabalhos fotográficos de videomaker e colagem.



Serviço: Ep “Opala”


Local: Canal do YouTube de Íra,e plataformas musicais )

Instagram: @mcira_


Texto: Assessoria de Imprensa

78 visualizações

Posts recentes

Ver tudo