top of page

Banda Acorde de Novo aborda vícios cotidianos em videoclipe "Anônimos"

Imagem: divulgação.

"Só mais esse e eu vou parar" é o tipo de frase que muitas pessoas usam quando estão consumindo algo por mais tempo do que deveriam, mas não admitem. Os vícios e as justificativas que damos para mantê-los são o ponto de partida do clipe "Anônimos", lançado em Outubro pela banda paraense Acorde de Novo, formada por Arthur Brito, Gabriel Pinheiro, Samuel Zadoque e Felipe Pinheiro.




No clipe, várias situações cotidianas "viciantes", que vão desde o já conhecido abuso de

álcool e cigarro, até o vicio em doces, compras e em smartphones.




Arthur Brito, vocalista da banda e compositor da letra de Anônimos, diz que a ideia central é fazer as pessoas pensarem sobre hábitos que aparentemente podem parecer "controlados", mas que pode não ser bem assim. "Se pararmos pra fazer uma auto análise sobre possuírmos ou não algum vício, podemos até eufemizar ou tentar justificar algumas dependências que nos afetam", diz.




A letra foi composta por Arthur Brito e inspirada em diálogos com diversos amigos que,

mesmo sem perceber, naturalizavam os vicios cotidianos, tentando justificá-los ou minimizar seu impacto na vida das pessoas.





Mas longe de dar lições de moral, a temática aparece na letra da música e no videoclipe a partir da perspectiva de quem possui o vício, em uma linguagem descontraída e que tem a intenção de atiçar a reflexão sobre esse assunto. O final fica de acordo com a perspectiva de cada um.




Anônimos já foi lançada nas principais plataformas de streaming, Spotify, Deezer, Apple

music. Já o clipe será lançado no canal do youtube da banda e em suas redes sociais. Além do clipe, nos próximos meses a Acorde de Novo também se prepara para lançar duas novas músicas e dois videoclipes, que trarão tematicas relacionadas à pandemia da Covid-19. Essas duas músicas compõem o novo EP da banda, que será lançado inicio de 2022.




A Banda: A Acorde de Novo nasceu em 2013, com uma proposta de unir diferentes ritmos ao Rock Alternativo, desde ritmos regionais como o Carimbó e Brega, até ritmos como a Salsa e o Blues. Logo em 2014, lançam o single "País do futebol", que faz uma crítica à situação social do Brasil em meio a uma copa do mundo.Nos anos seguintes lançaram "Gaiola", em 2017, e "Monocromática", em 2018, músicas que vinham compor o primeiro álbum, lançado em 2019, o álbum "Paradoxal", que contém 9 músicas, mescla ritmos diversos, blues, musica circense, brega, carimbó, hard rock, rock alternativo, pop e possui letras que falam de amor, liberdade e que fazem críticas à intolerância política brasileira.




Ainda em 2019 lançaram o EP "Acorde na chuva", uma parceria entre as bandas Acorde de novo e Chuva das três, contendo a música "dialética indígena", que fala sobre a luta indígena e defesa de seus territórios e cultura.





Serviço: Saiba mais da banda Acorde De Novo e seu trabalho nas mídias sociais da banda: Instagram: @acordedenovo. Contato: (91) 99298-2843.



Texto: Vanessa Monteiro (Assessoria de Imprensa)



Palavras-Chaves

Comments


bottom of page