Associação Colibri faz campanha solidária em Outeiro por causa da pandemia

#CampanhaColibri


A meta é ajudar 100 famílias com a distribuição de cestas básicas


Campanha Colibri - Imagem: divulgação.

Em tempos incertos da pandemia do coronavírus, a solidariedade está ganhando espaço cada vez mais. E foi pensando em ajudar o próximo, que a guardiã do Cordão de Pássaro Colibri de Outeiro, Laurene Ataide, junto com os seus filhos Louriene e David Ataide, elaborou a campanha “Família Colibri em Casa e Sem Fome”. Ela também é a presidente da Associação Folclórica e Cultural Colibri de Outeiro, situada no bairro São João de Outeiro, na Rua Tito Franco, na Ilha de Caratateua, em Belém. A doação pode ser feita pelo site da Benfeitoria (https://bit.ly/2XJ1kga), até o dia 12 de maio.




“O objetivo desta ação é arrecadar 100 cestas básicas no valor de R$ 200 cada, para distribuir aos nossos integrantes que mais precisam, não somente do nosso grupo, mas também de mais dois grupos de Pássaros da nossa ilha, que estão passando por dificuldades financeiras. Desde já agradecemos infinitamente a colaboração neste momento tão delicado, dessa pandemia que estamos vivenciando”, diz a guardiã.



O Cordão de Pássaro Colibri de Outeiro é um grupo de teatro popular, que existe há 49 anos. Seus integrantes são compostos de crianças, jovens e adultos da Ilha de Caratateua, periferia de Belém. É formado, na sua maioria, por famílias humildes, que muitas vezes sobrevivem do trabalho informal, com a venda de produtos e comidas, além de serviços prestados ao grupo, quando há recursos de projetos aprovados em editais.



Imagem: Nayra Coelho.


Com as orientações do isolamento social, para muitas famílias está sendo um momento bem difícil. Como é o caso da Maria Celina Aviz Santiago, de 69 anos, que ajudava sua filha a manter sua casa e sustentar os netos, a partir dos trabalhos de costura que fazia ao Cordão de Pássaro Colibri de Outeiro, entre outros serviços, feitos para a vizinhança, em Outeiro.




“Eu estou tendo muita dificuldade aqui com os meus filhos e netos, todos participam das atividades do Colibri. Atualmente, a minha filha, que é empregada doméstica, está em quarentena, por causa dessa pandemia. E nós não estamos podendo sair, então, eu peço a ajuda de quem poder colaborar com a nossa campanha”, conta.





Para saber como colaborar com a campanha, acesse o link abaixo:

https://bit.ly/2XJ1kga


Informações: (91) 98861.6467


Texto: Vivi matos


54 visualizações