Arte em redes: Kamara Kó lança sua Galeria Virtual nesta quarta

#GaleriaVirtual


Imagem: Flavya Mutran.


Como espaço aberto para repensar e dialogar com a história, a arte está nos ambientes virtuais para conectar pessoas, e a mudança de perspectiva dos últimos meses acelerou um processo de virtualização, das relações aos encontros por afinidades nas redes. Com esse olhar, a Kamara Kó lança sua Galeria Virtual nesta quarta, dia 19, a partir das 19h, no site kamarakogaleria.com.br, como plataforma de convergência da arte fotográfica paraense e expande ambiente virtual com exposições e cursos.




“É uma proposta que desde 2018 vinha acalentando, pois o avanço da tecnologia de informação encurtaria qualquer distância geográfica, principalmente para uma galeria de arte na região Norte”, conta Makiko Akao, fundadora da galeria.



O espaço presencial, localizado no bairro da Campina, em Belém, desde 2011, sempre foi uma referência com o objetivo de difundir a fotografia contemporânea e promover conexões entre fotógrafos, colecionadores, críticos e interessados nos processos criativos dos artistas da Amazônia. A presença on-line também busca manter a proximidade entre as pessoas que já circulavam no espaço, considerando que essa aproximação pela arte ficou mais favorável com a frequência com que se convive com a web nos tempos atuais, em diferentes países. E à frente, a galeria ganha uma visão ampliada de mundo, com maiores possibilidades de interações nacionais e internacionais, motivando e valorizando a produção paraense. “Hoje em dia as mudanças vem muito rápidas, e a Covid-19 acelerou ainda mais. Penso que haverá ou já está havendo muitas mudanças em todas as áreas, e é claro no formato de galeria de arte também. Acho que é um momento de refletir, repensar e reestruturar nossas ações”, diz Makiko.



Da série até parece que foi ontem - Imagem: Keyla Sobral 2013.


O acervo de obras reúne autores consagrados e talentos emergentes, respeitando os direitos autorais, numeração e tiragem certificadas pelos artistas e pela galeria. No segmento educativo, há oferta de cursos, palestras e encontros regulares com profissionais de várias áreas, buscando fomentar a produção, difusão e a crítica sobre o fazer fotográfico e suas implicações.




O novo site continua com projetos especiais da galeria como o Coletivo de Dezembro, Minha Primeira Obra e Experiência Curatorial que iniciou em 2019; e agora em 2020 inicia os cursos on-line coordenados por Miguel Chikaoka. São projetos voltados para construir encontros entre os artistas, curadores, pesquisadores de arte, todos colaboradores da galeria, com o público geral.



Carne Urbana - Imagem: Irene Almeida.

Minha Primeira Obra


Fomentar o mercado de arte em Belém e ao mesmo tempo incentivar a formação de novos colecionadores, motivaram o projeto” Minha Primeira Obra”, que surgiu em 2016. Nosso objetivo na época e ainda hoje, é facilitar o acesso à arte contemporânea, conectando a produção dos artistas representados pela galeria com um público crítico, ou simplesmente aproximando os apreciadores da arte da fotografia.




Nesta 5ª edição, totalmente virtual, a ideia se mantém as condições especiais de descontos de 10% a 30% na primeira aquisição, dessa vez com a participação de todos os artistas. O acervo digital poderá ser visto no site, com compras exclusivamente via web até o dia 20 de setembro. A aquisição de obras de arte revela-se um valioso patrimônio com forte potencial para investimentos futuros em bolsas, feiras ou fundos de arte ou para simples apreciação da arte que lhe toca.



Belém 2011 - Imagem: Ana Mokarzel.

Imagem e Educação


O programa de cursos e oficinas promovidos pela Kamara Kó Galeria tem como propósito acolher pessoas interessadas em conhecer e praticar as possibilidades da fotografia (do fazer fotográfico) enquanto lugar de construção e exercício do pensamento crítico e expansão do ser no campo do sensível. Estão abertas para os próximos meses inscrições para os cursos De Olhos Vendados, iniciação à fotografia, até 5 de setembro, com Miguel Chikaoka, que também ministra Fluxos de Trabalho, que inscreve até 12 de setembro. Ainda neste ano, a Galeria Virtual recebe também o curso A Imagem no Regime Estético da Arte Contemporânea, com Alexandre Sequeira, com inscrições no site até 03 de novembro.




Serviço:

Lançamento on-line da Kamara Kó Galeria Virtual nesta quarta, dia 19, a partir das

19h, no site kamarakogaleria.com.br. Na data abrem a exposição on-line “Minha

Primeira Obra”, até dia 20 de setembro: e com inscrições aos cursos De Olhos

Vendados, iniciação à fotografia, até 5 de setembro; Fluxos de Trabalho, que

inscreve até 12 de setembro, ambos com Miguel Chikaoka; e o curso A Imagem no

Regime Estético da Arte Contemporânea, com Alexandre Sequeira, com

inscrições no site até 03 de novembro.


Texto: Yvana Crizanto (Assessoria de Comunicação)

89 visualizações