Antropologia Visual na busca pela construção de imagens de resistências

#AntopologiaVisual


Imagem: divulgação.


O IV Encontro de Antropologia Visual da América Amazônica - IV EAVAAM – deste ano discute “Imagem, Lutas e Resistência”. Voltado para pesquisadores, professores, profissionais, estudantes de graduação e pós-graduação, cineastas, fotógrafos entre outros. O evento será de 17 a 20 de novembro totalmente on-line por causa da pandemia de Covid-19.




O EAVAAM é realizado desde 2014, a cada dois anos, e busca discutir a temática da antropologia visual e a questão do uso e da produção de imagem nas pesquisas, principalmente na área das Ciências Sociais. Para o professor Alessandro, não é possível pensar de outro jeito, “uma antropologia que seja militante e a antropologia visual, particularmente, tem um poder muito grande nessa resistência, nessa luta por dias melhores, contra racismo, contra perseguições a minorias, contra tudo isso que a gente pode lutar e deve lutar o tempo inteiro e as imagens tem uma potência muito grande e precisa ser aproveitada para isso também”, reforça.



Imagem: divulgação.


Organizado pelo Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual (Visagem/UFPA), o evento conta com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Pará (PPGSA/UFPA) e do Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo (LAANF), além de laboratórios e associações de outras Instituições de Ensino Superior do Brasil.



Serviço:

IV Encontro de Antropologia Visual da América Amazônica (IV EAVAAM)

Data: 17 a 20 de novembro

Acesse: eavaam.com.br/2020/


Texto: Marcia Lima (Ascom)

61 visualizações