Ananindeua recebe a 12ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos

#12MostradeCinemaeDiteitosHumanos


Cartaz: divulgação.

O evento será realizado pelo Coletivo de Mulheres de Ananindeua em Movimento (CMAM) em parceria com a Escola Superior Madre Celeste - ESMAC, nesta terça-feira (19), às 16h, no Auditório 1 (ESMAC). Após a Mostra, que faz parte do Circuito Difusão – Cinema, Cultura e Educação em Direitos Humanos, haverá um debate com a presença de representantes das entidades envolvidas no acontecimento. Entrada Gratuita com direito a certificado para estudantes.



A Sessão apresentará “À Espera”, filme produzido pela Doutora em Educação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) a moçambicana Sónia André, que aborda a realidade de meninas que se casam antes dos 15 anos, em Moçambique, que são obrigadas a manter matrimônio com homens mais velhos. O tema se contrasta com os diversos casos de meninas que sofrem com a interrupção da infância, tendo que adentrar em um mundo de responsabilidades, sendo a pobreza um dos maiores causadores e vulnerabiliza proteção e a garantia de ser criança e adolescente, prejudicando-as no desenvolver como adulta.



Cartaz: divulgação.

Para a coordenadora do CMAM, Rafaela Cunha, a questão não é exclusiva desse local. “Sabemos que os interiores, periferias e demais locais do Brasil estão cheios desses casos, e que isso afeta em larga escala as meninas, por isso o Coletivo de Mulheres de Ananindeua sente a necessidade de abrir o diálogo sobre o tema”, explica a coordenadora.




“Você de Ananindeua e de outros locais, convido a participar da mostra de Cinema e Direitos Humanos, além da possibilidade de conhecer a realidade do tema através da tela de cinema e poder contribuir no debate, deixando sua mensagem sobre a garantia de direitos a todas e todos, é importante comparecer e incentivar cada vez mais iniciativas como essa no município, pois o acesso à diversidade de produções culturais nos possibilita sermos uma sociedade mais justa que preza pelo respeito. Venha você também participar”, convida Rafaela.


Sónia André - Divulgação/internet


A Mostra

O projeto Mostra de Cinema e Direitos Humanos é um projeto nacional que faz parte da Agenda Internacional de Difusão de Direitos Humanos. Nesse caso, a intenção é garantir e ampliar o acesso à cultura. Todos os anos as Capitais do País recebem vários filmes e curtas nacionais e internacionais, dessa forma os produtores culturais e artistas são valorizados, e é garantido o acesso a informações e temas relacionados à justiça social



Esse ano de 2019, a Mostra está sendo organizada pelo professor Paulo Nassar e foi sediada pela UFPA, campus Guamá. No entanto, mesmo Ananindeua não sendo capital sede, o Coletivo trouxe o tema para o município por considerá-lo de interesse público e para promover o acesso à mostra. Em apoio ao projeto, a direção da ESMAC disponibilizou o polo de educação de Ananindeua para a realização do evento.




O objetivo da mostra de cinema e direitos humanos é difundir valores de solidariedade, respeito à diversidade e tolerância, todos inseridos no Programa de Direitos Humanos eixo Educação e Cultura.


Serviço: 12ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos em Ananindeua. Integra o Circuito Difusão – Cinema, Cultura e Educação em Direitos Humanos. A Sessão apresentará “À Espera”, um filme produzido pela moçambicana Sónia André Doutora em Educação na UFAL.

Mediadores: Midiã Flores (CMAM) Viviane Reis (Juntas) Prof. Dr. Rui Martins (ESMAC)

DATA: 19/11/19 HORA: 16h LOCAL: Auditório 1 – ESMAC Com Certificação de 5h para alunos Entrada Gratuita

73 visualizações