Amazônia Doc lança versão 3 em 1 para 2020

#Cinema


Amazônia Doc 3 em 1 - Imagem: divulagação.

Em sua 6ª edição, o Amazônia Doc. inova com a realização do 1º Festival As Amazonas do Cinema e do 1º Curta Escolas. A apresentação da programação 2020, com o lançamento dos editais para participação e inscrição nos novos festivais, será na próxima terça-feira, 10, no Sesc Ver-o-Peso, a partir das 9h da manhã, aberto ao público.




O evento contará com a presença de Zienhe Castro, fundadora e diretora geral, além de

Produtora Executiva e Curadora do Festival Amazônia Doc. 3 em 1 e de Manoel Leite Jr.,

Produtor Executivo e Curador do Festival Amazônia Doc., além da equipe de realização da 6ª edição e dos coordenadores dos dois novos festivais. A programação contará ainda com a exibição do curta vencedor da 5ª edição do Festival Amazônia Doc. , "Beat, é Protesto' de Mayara Efe, e o premiado longa metragem “Eleições”, de Alice Riff.




Novidade deste ano, o 1º Festival “As Amazonas do Cinema” será uma imersão no cinema feito por mulheres da Pan-amazônia, com programação ao longo de três dias, trazendo mostra com o que de mais instigante tem sido realizado por mulheres cis e trans dos estados brasileiros que compõe a Amazônia, e nos países atravessados pelo nosso rio, na região conhecida como Amazônia Legal e sul-americana.



Majur - Imagem: Paulo Correa.

Além da mostra competitiva de filmes de curta-metragem, a programação contará também com mesa redonda sobre o pensamento feminino no cinema, a partir da construção das críticas do coletivo Elviras, Kênia Freitas e Cecília Barroso; Palestra sobre a presença das mulheres no audiovisual amazônico, com Lorenna Montenegro (crítica de cinema, jornalista e roteirista); e oficina voltada para criação de roteiro de narrativas documentais, com a diretora Susanna Lira.




“O festival As Amazonas do Cinema vem fortalecer a rede das mulheres que fazem Audiovisual no Brasil, no Pará e na Amazônia para o mundo”, diz Lorenna Montenegro. Ela e Carol Abreu (designer e produtora audiovisual) foram convidadas para coordenar o festival também a curadoria, junto com Zienhe Castro. Na cerimônia de lançamento serão divulgados os detalhes sobre as inscrições e o edital para participação das diretoras.



Já o 1º Festival Curta Escolas conta com mostra competitiva e vai realizar oficinas de formação que resultarão em curtas metragens documentais que abordarão diferentes aspectos do universo estudantil, dirigidos por jovens do ensino médio, integrantes dos Territórios de Pacificação (TERPAZ) do Governo do Estado do Pará. A coordenação do festival é do jornalista e produtor audiovisual Felipe Cortez, a convite de ZFilmes.





Sobre o Amazônia Doc – Além de ser uma janela de exibição, o Amazônia Doc aprofunda o debate sobre as questões sociopolíticas, socioambientais, socioculturais, de formação e de fomento relativas ao audiovisual com perfil de integração dos países da PAN- AMAZÔNIA, através de mostras competitivas e mostras paralelas de suas produções. Com foco no cinema documentário o festival também possui um leque extenso de atividades deformação oferecido gratuitamente ao público. O acesso é gratuito a sua vasta e diversificada programação.




As inscrições para a 6ª edição do Amazônia Doc – Festival Pan Amazônico do Cinema estão abertas até 24 de março, para documentários dos 9 países da Pan-Amazônia (Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa). Podem ser inscritos documentários curtas (de até 25 minutos) e Telefilmes/longas-metragens (com mínimo de 52 minutos). As inscrições são gratuitas e devem ser feitas, exclusivamente, através da plataforma Filmfreeway https://filmfreeway.com/AmazoniaDoc). O edital da 6ª edição no site http://amazoniadoc.com.br/inscricoes.



Serviço

Lançamento do Amazônia Doc 3 em 1. Terça-feira, 10 de março de 2020, a partir das 9h, no Auditório SESC Ver-o-Peso (segundo andar). ENTRADA GRATUITA.


Texto: Luciana Medeiros (Assessoria de Comunicação)

15 visualizações