36ª edição do Circular traz mais espaços abertos

#Circular


Imagem: Otávio Henriques / Divulgação.


A 36ª edição do Circular Campina Cidade Velha será realizada no próximo domingo, 15 de agosto, no Centro Histórico de Belém. Tem comidinhas, exposição, música, visitação guiada, museus, novidades, mapa do afeto e lançamento do oitavo número da Revista Circular. Nem toda a rede de parceiros estará ativa, por restrições da pandemia, e o formato ainda é híbrido, mas a maioria dos parceiros que confirmaram participação, vão abrir suas portas, com todos os cuidados, para receber o público, a partir das 8h, com programação e visitação nos bairros da Campina, Cidade Velha e Reduto, no centro histórico de Belém, das 8h às 20h. A realização do projeto conta com patrocínio do Banco da Amazônia, via Lei Rouanet.




Essa edição coincide com a programação da Mostra Mapa do Afeto, iniciativa selecionada pelo edital de Culturas Populares (FIDESA, Secult-Pa), da Lei Aldir Blanc, Governo do Pará. O evento iniciou na sexta e terá sua culminância neste domingo, trazendo programação na Praça das Mercês e na sede da Associação Fotoativa. Pela manhã estará aberta à visitação, a exposição “A Pele que Habito”, trazendo fotografias de Otávio Henriques, Cláudio Ferreira e Ursula Bahia. Também haverá uma feirinha criativa com participação dos coletivos Aparelho, MAR e Beirando a Moda. E à tarde haverá shows musicais.





Karen Tavares e banda se apresentam às 17h. A cantora acaba de lançar um EP visual e um pocket show gravado especialmente para a Mostra SESC de Cultura, via lei Aldir Blanc. No Circular apresentará seu trabalho autoral, que passeia por ritmos como samba e carimbó, que possuem influência da encantaria e da religiosidade, acentuadas pelo tambor, uma das mais fortes marcas da música paraense.




Em seguida, às 18h, a banda Puget Blues traz o trabalho autoral do guitarrista Zé Puget, que conta ainda com o contrabaixista Jeová Ferreira e o baterista e produtor, Carlos Canhão Brito Jr. O grupo vai lançar em setembro o álbum “Amazônico”, trazendo 8 composições e que serão apresentadas pela primeira vez ao vivo neste domingo. O álbum contou com apoio do Edital de Música da Secult-Pa, Lei Aldir Blanc.




A Associação Fotoativa também terá programação própria, comemorando aniversário neste mês de agosto. “Neste domingo, também lançamos uma linha especial na Loja Fotoativa, em comemoração aos 37 anos. As peças são assinadas pela artista Dairi Paixão”, diz Irene Almeida, atual presidente da associação. Neste domingo, na edição do

Circular, haverá parabéns e um bolo virtual, às 17h. O parabéns será online através do nosso instagram.com/fotoativa. Ainda na Praça das Mercês, em frente a associação, haverá projeção de videomapping com o artista premiado Kauê Lima, encerrando a Mostra Mapa do Afeto, até 20h.




Nesta edição, o Circular também lança o oitavo número da revista digital, trazendo um conteúdo focado nos diversos aspectos dessa cena cultural impactada por esse momento difícil de pandemia e as principais discussões do meio sobre políticas públicas. Além de uma entrevista com o presidente da Fumbel, Michel Pinho, a revista ouviu escritores sobre a cena literária paraense, o Fórum de Culturas do Pará e produtores que estão desenvolvendo projetos na área do patrimônio, apoiados pela Lei Aldir Blanc. Quem for circular pelos espaços presenciais neste domingo, vai poder acessar a publicação por meio de QRcode e ler ainda os demais conteúdos.



ENDEREÇOS e a programação completa você pode acompanhar no

www.projetocircular.org





Serviço

36ª edição do Circular Campina Cidade Velha. Neste domingo, 15 de agosto, com

espaços abertos nos bairros da Campina, Cidade Velha e Redutos e também com lives e

programação digital pelo Instagram, twinter e Facebook. Mais informações no SITE.

Texto: Luciana Medeiros (91) 98134-7719 (Holofote Virtual)

332 visualizações

Posts recentes

Ver tudo