“Árvores que Tocam” de Thiago D’Albuquerque segue nas plataformas digitais

#ThiagoDAlbuquerque


Divulgação.


O título traduz em parte o resultado do trabalho que o percussionista, produtor e compositor Thiago D'albuquerque traz neste disco. As composições já trilharam o espetáculo homônimo apresentado há dois anos no Festival de Ópera do Theatro da Paz, e agora chega ao público, em formato de álbum. O lançamento ocorreu no mês passado (17 de abril), em todas as plataformas digitais, com apoio da Lei Aldir Blanc-Pa.




Para compor a obra e apresentar o espetáculo em 2019, Thiago primeiro entrou na floresta para gravar diversos sons para depois, a partir de pesquisas e experimentações no estúdio, chegar aos instrumentos dos quais pudesse extrair as mesmas sonoridades numa trilha que sugerisse as imagens desse ambiente amazônico da floresta, com sons de pássaros, folhas, vento e tempestades.




“No espetáculo, eu era limitado pela instrumentação e é nisso que o disco agora se difere, ganhando uma cara mais trilha de filme mesmo. No disco pude abusar disso. Misturei instrumentos de peles com instrumentos da música erudita e outros que vieram até da construção civil e cheguei na textura que eu queria. Quis trazer também esse mundo da tecnologia com o qual eu dialogo e isso foi uma dificuldade para as pessoas entenderem”, continua.





O compositor explica que o espetáculo “Árvores Que Tocam” foi uma espécie de processo de amadurecimento musical que o trouxe até aqui. “Desejava compor um trabalho onde eu fosse exigido a melhorar todas as habilidade que adquiri durante minha carreira, mas sempre que visualizava a execução do projeto via a barreira, como vou conseguir os instrumentos da música erudita? Mas logo pensava, calma faz o que está ao seu alcance neste momento”, complementa.




Foram necessários alguns anos de pesquisa e testes, até que ele fez a parceria com a Emufpa – Escola de Música da UFPA - tornando possível o projeto, em seis meses. “Eu larguei absolutamente tudo para me dedicar 24 horas por dia para escrever todas as partituras e depois de mais 4 meses de ensaio, estávamos prontos para realizar a primeira apresentação”, lembra.



Divulgação.


"Agora, estarei lançando a obra completa nas plataformas digitais. Desejo pós- pandemia poder viajar e levar esse projeto para outros lugares, possibilitando essa experiência musical para várias pessoas”, finaliza. O projeto tem produção da CRibas Soluções.



Thiago já integrou big band e orquestras; inúmeras bandas bases em festivais de música, fez trilhas para espetáculos de dança, teatro e cinema; e já acompanhou cantores como Marco André, Ivan Cardoso, Mário Mouzinho, Fabrício dos Anjos, Elias Hage, Edson Catende, Adriana Cavalcante, Pedrinho Cavalléro, Lígia Saavedra, Olivar Barreto, Leila Pinheiro, Joelma Kláudia, Maria Lídia, Juliana Sinimbú, Alfredo Reis e Ângela Carlos.



Para acompanhar e saber mais do artista acesse o Instagram / YouTube e Spotify do

Thiago D'Albuquerque.



Texto: Luciana Medeiros - Holofote Virtual



66 visualizações

Posts recentes

Ver tudo