top of page

20 de nov. de 2023

Gil Sóter

"Inacontecimentos" de Lucas Negrão mostra relação predatória do homem x natureza


"Inacontecimentos" é uma exposição de instalação com uso de dispositivo tecnológico, as obras interagem com o público alterando a visualização das imagens da Amazônia.


#Mostra

Imagem: Divulgação.

A maior floresta tropical do planeta é um dos biomas mais afetados pelo assédio humano. Lucas Negrão vê isso de perto; nascido na periferia da Amazônia urbana, viu o Rio Tucunduba, que atravessa a sua rua, como marcador do avanço da depredação. Já pesquisador, seus olhos também miraram as comunidades atingidas pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, interior do Pará: a seca do Rio Xingu e a morte da vida marinha. Na mostra "Inacontecimentos", o artista paraense faz provocações a respeito das tensões que marcam a relação homem x natureza, e convida o público a uma experiência interativa.


"Inacontecimentos" é uma exposição de instalação com uso de dispositivo tecnológico, as obras interagem com o público alterando a visualização das imagens da Amazônia: de longe, se vê uma área de preservação do bioma, mas quando se aproxima, o dispositivo revela a imagem de uma Amazônia degradada pela ação (e aproximação) humana.


Anúncio



"Amplificar a reflexão e discussão acerca da ação humana no bioma Amazônia se faz urgente no contexto sócio-cultural, semear mentes pra a preservação e o cuidado com o bioma onde vivemos e com o qual nos relacionamos é que está constantemente sob ataques", pontua Lucas.


Serviço: A mostra "Inacontecimentos", de @negraolucas segue em cartaz até 6 de dezembro, na @fotoativa (Praça Barão do Guajará, 19 - Campina, Belém) Entrada franca.

Anúncio

bottom of page